1 evento ao vivo

Rosberg vence com dobradinha da Mercedes; Marussia pontua

25 mai 2014
10h57
atualizado às 12h59
  • separator
  • comentários

O Grande Prêmio de Mônaco deste domingo terminou de forma histórica para os amantes de Fórmula 1. Conhecido por ser uma etapa monótona, a corrida teve disputa de posições até o final na briga pelo pódio – aí, melhor para a Mercedes, que confirmou mais uma dobradinha.

<p>Rosberg superou Hamilton e reassumiu a liderança do Mundial de pilotos</p>
Rosberg superou Hamilton e reassumiu a liderança do Mundial de pilotos
Foto: Reuters

A vitória ficou com Nico Rosberg, pole position, que saiu do primeiro lugar e cruzou na frente pelo segundo ano consecutivo, assumindo a liderança do Mundial de Pilotos - 122 pontos, contra 118 do companheiro Lewis Hamilton. Logo atrás na prova, Hamilton segurou a pressão de Daniel Ricciardo e chegou em segundo, deixando o australiano da Red Bull em terceiro.

Porém, talvez o grande destaque da prova foi a nona colocação de Jules Bianchi, que somou os primeiros (dois) pontos da história da equipe Marussia. Desde que estrou na categoria como Virgin, em 2010, o time jamais havia terminado uma prova entre os dez primeiros. O francês cruzou a linha de chegada de Mônaco em oitavo, mas tomou uma punição e perdeu o posto para Romain Grosjean, da Lotus.

<p>Sebastian Vettel abandonou no início da prova</p>
Sebastian Vettel abandonou no início da prova
Foto: AFP

Felipe Massa também teve uma prova de destaque, adotando uma estratégia arrojada ao adiar ao máximo sua primeira troca de pneus. O brasileiro foi o sétimo, enquanto seu companheiro de Williams, o finlandês Valtteti Bottas, não completou.

Entre os demais destaques, Fernando Alonso (Ferrari) foi quarto, à frente de Nico Hulkenberg (Force India). Jenson Button foi sexto, com Kevin Magnussen em décimo. Sebastian Vettel abandonou.

A largada manteve Nico Rosberg e Lewis Hamilton na ponta, mas com Sebastian Vettel tomando o terceiro lugar do companheiro de Red Bull, Daniel Ricciardo. Kimi Raikkonen, que saiu em sexto, deixou para trás Fernando Alonso e o próprio Ricciardo, subindo para o quarto lugar com uma largada de destaque no Mônaco.

Mais atrás, o mexicano Sergio Perez acabou abandonando prematuramente – o mexicano da Force India largou em décimo, mas foi tocado por Jenson Button na Curva Loews, e acabou com o carro atravessado no traçado. Felipe Massa, que largara em 16º, aproveitava o início da prova e saltou de 16º para 13º em duas voltas.

Com problemas de potência, Vettel virou presa fácil dos demais pilotos, abandonando a corrida na oitava volta. Cinco voltas depois, Daniil Kvyat, da Toro Rosso, fez o mesmo. Na volta 26, Adrian Sutil (Sauber) perdeu o controle na saída do túnel, bateu de bico no guard-rail e também deu adeus.

Com a batida de Sutil, a direção de prova colocou o safety car na pista, o que levou os pilotos aos boxes para a troca de pneus. Felipe Massa resistiu e chegou ao quinto lugar na 32ª volta. Quando parou, na volta 46, Massa retornou à pista na 11ª colocação, atrás de Kimi Raikkonen.

Na volta 57, a Williams de Valtteri Bottas parou na pista, com problemas de motor. Pouco depois, com o acidente que tirou Esteban Gutierrez da corrida na volta 61, Jules Bianchi colocou a Marussia em décimo, em uma improvável zona de pontuação – posto perdido pouco depois, porém, em decorrência de um stop-and-go aplicado no francês.

Na briga pela primeira posição, enquanto Rosberg perdia rendimento, Hamilton reportava um problema na vista esquerda, que a Mercedes confirmou. Desta forma, optou por adiar a entrada do inglês nos boxes nas voltas finais.

Assim, nas seis últimas voltas da prova, Daniel Ricciardo passou a caçar Hamilton pelo segundo lugar. Chegou, mas não conseguiu passar, permitindo mais uma dobradinha da Mercedes.

Confira os resultados oficiais do Grande Prêmio de Mônaco:

Posição Piloto País Equipe Tempo
1 Nico Rosberg ALE Mercedes 1h49min27s661
2 Lewis Hamilton GBR Mercedes + 9s210
3 Daniel Ricciardo AUS Red Bull Renault + 9s614
4 Fernando Alonso ESP Ferrari +32s452
5 Nico Hulkenberg ALE Force India Mercedes + 1 volta
6 Jenson Button GBR McLaren Mercedes + 1 volta
7 Felipe Massa BRA Williams Mercedes + 1 volta
8 Romain Grosjean FRA Lotus Renault + 1 volta
9 Jules Bianchi FRA Marussia Ferrari + 1 volta
10 Kevin Magnussen DIN McLaren Mercedes + 1 volta
11 Marcus Ericsson SUE Caterham Renault + 1 volta
12 Kimi Raikkonen FIN Ferrari + 1 volta
13 Kamui Kobayashi JAP Caterham Renault + 2 voltas
14 Max Chilton GBR Marussia Ferrari + 3 voltas
Não completou Esteban Gutierrez MEX Sauber Ferrari  
Não completou Valtteri Bottas FIN Williams Mercedes  
Não completou Jean-Eric Vergne FRA Toro Rosso Renault  
Não completou Adrian Sutil ALE Sauber Ferrari  
Não completou Daniil Kvyat RUS Toro Rosso Renault  
Não completou Sebastian Vettel ALE Red Bull Renault  
Não completou Sergio Perez MEX Force India Mercedes  
Não completou Pastor Maldonado VEN Lotus Renault  
Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade