1 evento ao vivo

Temporal força paralisação do GP da Malásia por 45 minutos

25 mar 2012
05h29
atualizado às 09h49

Um temporal provocou a paralisação do GP da Malásia de Fórmula 1 na manhã deste domingo por cerca de 45 minutos. Depois de nove voltas, cinco disputadas com a presença de safety-car na pista de Sepang, a organização optou pela bandeira vermelha até que as condições do circuito melhorassem. A relargada ocorreu às 17h15 locais (6h15 de Brasília) com a presença do safety-car.

» Veja como terminou a corrida

Até o momento da paralisação, a liderança era de Lewis Hamilton, que largou na pole position. Seu companheiro de McLaren, Jenson Button, era o segundo. O brasileiro Felipe Massa estava na oitava colocação e Bruno Senna em último.

A paralisação do GP da Malásia não é uma novidade na Fórmula 1. Em 2009, a prova foi definitivamente suspensa depois de 31 voltas em uma situação parecida a deste ano. Na ocasião, uma forte chuva provocou a bandeira vermelha, mas a pista não secou a tempo para que a relargada fosse dada. Assim, as posições foram mantidas e cada piloto recebeu a metade dos pontos, pois menos de 75% da prova foi concluída.

Largada e pouca velocidade

Pole, Hamilton manteve a ponta com uma largada segura, assim como Button na segunda colocação. Michael Schumacher largou mal, perdeu posições e, para piorar, rodou ainda na primeira volta, caindo para o pelotão de trás da corrida. A dupla da Red Bull assumiu o terceiro e quarto lugar com Webber e Vettel, e Fernando Alonso pulou de oitavo para quinto.

Bruno Senna largou bem, ultrapassou Massa na 12ª posição, mas preferiu logo na primeira volta trocar os pneus. Assim, caiu para a última colocação. Massa andou em décimo nas três primeiras voltas, duas acima de sua classificação no grid de largada, mas logo na quarta volta também optou pela entrada de boxes. Como muitos dos pilotos também fizeram pit stop para a troca por pneus de chuva, o brasileiro pulou para a oitava colocação posteriormente.

As primeiras quatro voltas foram disputadas sob intensa chuva, e a pista piorava a cada minuto. Antes de os pilotos completarem a quinta, a organização optou pela entrada do safety-car. Porém, a chuva aumentou, a pista piorou e a bandeira vermelha fez com que os pilotos voltassem para os boxes. Quarenta e cinco minutos depois, com o safety-car na pista, a prova foi reiniciada.

Ao final da corrida, Fernando Alonso, da Ferrari, venceu à frente do mexicano Sergio Perez, da Sauber, e Lewis Hamilton, da McLaren, fechou o pódio.

Forte chuva que castiga o circuito de Sepang paralisou o GP da Malásia
Forte chuva que castiga o circuito de Sepang paralisou o GP da Malásia
Foto: Reuters
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade