1 evento ao vivo

USF1 apresenta argentino como piloto para 2010

25 jan 2010
22h21
atualizado em 26/1/2010 às 00h33

A USF1 apresentou nesta segunda-feira o argentino José Maria "Pechito" López, como piloto para a próxima temporada da Fórmula 1. O anúncio foi feito em uma coletiva de imprensa realizada na Casa Rosada, em Buenos Aires, sede do governo argentino.

"Estamos à frente de uma grande equipe, que está encarando a Fórmula 1 de uma maneira distinta", disse Pechito, que, com 26 anos de idade, já passou pela GP2 e pela Fórmula 3000. "Na Fórmula 1 buscarei dar 100% sem me importar com o resultado", completou, antes de revelar que o objetivo da equipe é estar entre as melhores estreantes em 2010.

O carro da USF1 deve ficar pronto no fim de fevereiro e a equipe realizará três dias de testes no Alabama, antes de embarcar para o Bahrein, onde a próxima temporada terá início em 14 de março.

Ao contrário do previsto, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, não participou da coletiva de imprensa, mas se reuniu com o piloto durante a tarde.

"Tive uma conversa bem legal com Cristina e me espantei ao ver como ela sabia de tudo o que estava acontecendo. É um orgulho que o Estado me apoie como aconteceu na época de Fangio e Froilán González", afirmou.

O piloto argentino leva cerca de US$ 8 milhões em patrocínios para a escuderia, dos quais US$ 2 milhões serão bancados pelo governo argentino. Estiveram na apresentação oficial o ministro do Interior, Florencio Randazzo, e o secretário de Turismo, Enrique Meyer.

Com a contratação de Pechito, a Argentina volta à F-1 após um jejum de quase nove anos. O último piloto argentino a disputar a categoria foi Gaston Mazzacane que competiu em 2000 pela Minardi e em 2001 pela Prost. Neste período, disputou 21 corridas, sem nunca ter subido ao pódio, conquistado uma pole position ou ter feito uma volta mais rápida.

Argentina volta a ter um piloto na F1 depois de nove anos
Argentina volta a ter um piloto na F1 depois de nove anos
Foto: Reuters
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade