1 evento ao vivo

Webber mostra dedo do meio para Vettel após ultrapassagem

25 mar 2013
10h52
atualizado às 10h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Ninguém disfarçou e ficou bem claro: após a ultrapassagem de Sebastian Vettel em Mark Webber, no GP da Malásia deste domingo, o clima na Red Bull ficou péssimo. A reclamação do australiano foi feita publicamente após a corrida, mas só nesta segunda-feira ficou claro que seu protesto começou antes disso: ainda no carro, ele chegou a mostrar o dedo do meio para Vettel.

<p>Mark Webber mostrou o dedo do meio, não cumprimentou Vettel e ainda reclamou no pódio</p>
Mark Webber mostrou o dedo do meio, não cumprimentou Vettel e ainda reclamou no pódio
Foto: AFP

Webber liderava a corrida, com Vettel em segundo, portanto a equipe tinha orientado o alemão para não ultrapassar seu companheiro. Porém, o atual campeão da Fórmula 1 reclamou pelo rádio, desobedeceu a orientação e venceu a corrida por isso. O ato gerou várias imagens comprometedoras: os pilotos não se cumprimentaram, praticamente não houve comemoração e até um pedido de desculpas foi feito por Vettel na entrevista coletiva.

&amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/carro-mais-bonito-duelo/iframe.htm&amp;amp;amp;quot; data-cke-413-href=&amp;amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/carro-mais-bonito-duelo/iframe.htm&amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;gt;

Chefe da Red Bull, Christian Horner até tentou minimizar o acontecimento, mas na verdade deixou claro que a situação só piora entre Vettel e Werber: "vamos ser sinceros aqui. Nunca houve uma grande dose de confiança entre os dois desde Istambul, em 2010. Mas há um respeito e uma relação leal entre os dois. Na última corrida no Brasil, foi pedido a Mark para manter sua posição e começar a correr por ele. Porém, essas coisas acontecem", afirmou.

&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;a data-cke-saved-href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/f1-carro-mais-feio-da-historia/iframe2.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot; href=&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/f1-carro-mais-feio-da-historia/iframe2.htm&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;quot;&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;veja o infogr&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;aacute;fico&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;lt;/a&amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;amp;gt;

Vitorioso em Sepang, Vettel assumiu a ponta da classificação individual com 40 pontos, contra 26 de Webber, o terceiro colocado. O vice-líder é o finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, com 31. Na classificação por equipes, a Red Bull figura no topo com 66 pontos, contra 40 de Lotus e Ferrari.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade