Edições anteriores
Fórmula 1 2005
Fórmula 1 2004
Boletim
Receba as últimas notícias em seu email
Fale Conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Fórmula 1 2006
Domingo, 2 de julho de 2006, 15h38  Atualizada às 18h20
Michael Schumacher vence o GP dos EUA de F-1
 
AP
Nick Heidfeld capota na primeira  volta em Indianápolis
Nick Heidfeld capota na primeira
volta em Indianápolis
 Últimas de Fórmula 1 2006
» Fernandes diz que briga pelo nome Lotus por torcedores
» Indiano conta que passou informações sobre a pista para Webber
» Antes de voltar à rotina de competições, piloto confere evento do qual é padrinho
» Chefe da Ferrari vê lado bom de ter apenas Fernando Alonso na disputa pelo título
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, venceu o GP dos EUA de F-1, marcado por um começo de prova acidentado. Felipe Massa, também da Ferrari, ficou em segundo, e Giancarlo Fisichella, da Renault, em terceiro.

Veja fotos do acidente de Heidfeld
Veja fotos
Confira a classificação
Veja o calendário
Leia mais sobre a F-1

Líder do campeonato, o espanhol Fernando Alonso, companheiro de Fisichella, terminou na quinta posição e segue com o tabu pessoal de nunca ter subido ao pódio em Indianápolis. Rubens Barrichello foi o sexto.

Foi a 87ª vitória de Schumacher na F-1, que agora soma 69 pontos no campeonato. Alonso tem 88.

O segundo lugar em Indianápolis foi a melhor classificação de Massa na carreira, que subiu ao pódio pela primeira vez em maio deste ano, ao completar o GP da Europa, em Nürburgring, na terceira posição.

"Foi uma supercorrida. Eu larguei muito bem e consegui ultrapassar o Michael (Schumacher), pela direita. Para o Campeonato essa dobradinha chega num bom momento. Nós devemos ser fortes a cada corrida para poder vencer a Renault", disse Massa.

Também pontuaram o italiano Jarno Trulli, que largou dos boxes e levou sua Toyota ao quarto lugar, o escocês David Coulthard, da Red Bull, em sétimo, e o italiano Vitantonio Liuzzi, que marcou o primeiro ponto da Toro Rosso, em oitavo. A corrida teve só nove carros no final, no maior índice de abandonos do ano.

A prova

Na largada, a tática da Ferrari garantiu a manutenção das duas primeiras posições. Para anular a melhor largada da Renault, Schumacher e Massa ficarama lado a lado, fechando o caminho de Fisichella e Alonso. Nessa disputa, Barrichello, que largara em quarto, perdeu uma posição.

Massa acabou com a primeira posição e liderou nas primeiras 25 voltas, mas perdeu a ponta após a primeira parada nos boxes. Ainda assim, conseguiu seu segundo pódio na F-1.

Ainda na primeira volta, sete pilotos se envolveram em um acidente e tiveram que abandonar a prova. Nick Heidfeld, Kimi Raikkonen, Juan Pablo Montoya, Chris Webber, Scott Speed, Christian Klien e Franck Montagny.

Heidfeld chegou a capotar quatro vezes com sua BMW Sauber, mas saiu ileso. Com as batidas, o safety-car precisou entrar na pista para a retirada de carros e destroços.

Após a saída do safety-car, Massa manteve a liderança tirada de Schumacher na largada. Já Alonso segurou a terceira colocação, mas aos poucos começou a perder contato com os dois pilotos da Ferrari. Além disso, o campeão do mundo começou a ser pressionado por Fisichella e, com isso, até Barrichello se aproximou deles aos poucos.

A cada volta Alonso vinha perdendo mais terreno em relação aos líderes. Então, na 14ª passagem, o espanhol cedeu o terceiro lugar a Fisichella, que vinha mais rápido, na reta dos boxes. O italiano logo abriu vantagem sobre o companheiro de equipe e partiu em perseguição a Massa e Schumacher, que já estavam dez segundos à frente.

As duas primeiras posições foram invertidas na primeira rodada de reabastecimentos. Mesmo parando antes de Massa, o alemão assumiu a ponta quando o brasileiro foi aos boxes. O tempo de parada do brasileiro foi até 0s7 mais rápido, mas Schumacher foi mais veloz no trecho de entrada dos boxes, antes do setor em que a velocidade é limitada.

Pouco depois da metade da corrida, Trulli, que aos poucos foi subindo de posições graças à tática de apenas um reabastecimento, fez a sua única parada e caiu de terceiro para sétimo. No entanto, o italiano recuperou três posições quando os que estavam à sua frente tiveram de parar de novo nos boxes para reabastecer.

Lá na frente, Schumacher começou a abrir de Massa aos poucos. O brasileiro, por sua vez, também não teve problemas para conseguir vantagem sobre Fisichella, que, por sua vez, também não era pressionado por Trulli. Já Alonso, com o mau rendimento de sua Renault, preferiu manter-se em quinto, para somar mais pontos.

Depois de seu segundo reabastecimento, Schumacher desfilou com sua Ferrari para obter a sua quinta vitória, a quarta consecutiva, no circuito de Indianápolis.

No fim da prova, muita festa da Ferrari, que conseguiu sua primeira dobradinha desde o GP dos EUA de 2005. A diferença é que daquela vez, a Ferrari correu sozinha, graças ao abandono das equipes Michelin.

Confira o resultado da prova

1º. Michael Schumacher (ALE/Ferrari) - 1h34min35s199
2º. Felipe Massa (BRA/Ferrari) - a 7s984
3º. Giancarlo Fisichella (ITA/Renault) - a 16s595
4º. Jarno Trulli (ITA/Toyota) - a 23s604
5º. Fernando Alonso (ESP/Renault) - a 28s410
6º. Rubens Barrichello (BRA/Honda) - a 36s516
7º. David Coulthard (GBR/Red Bull-Ferrari) - a 1 volta
8º. Vitantonio Liuzzi (ITA/Toro Rosso) - a 1 volta
9º. Nico Rosberg (ALE/Williams-Cosworth) - a 1 volta

Ralf Schumacher (ALE/Toyota) - abandonou
Christijan Albers (HOL/MF1) - abandonou
Jacques Villeneuve (CAN/Sauber) - abandonou
Tiago Monteiro (POR/MF1) ¿ abandonou
Takuma Sato (JAP/Super Aguri) ¿ abandonou
Jenson Button (GRB/Honda) - abandonou
Kimi Raikkonen (FIN/McLaren) - abandonou
Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber) - abandonou
Juan Pablo Montoya (COL/McLaren) - abandonou
Mark Webber (AUS/Williams) - abandonou
Scott Speed (EUA/toro Rosso) - abandonou
Christian Klien (AUT/RedBull) - abandonou
Franck Montagny (FRA/Super Aguri) - abandonou

Com Lancepress
 

Redação Terra