Edições anteriores
Fórmula 1 2005
Fórmula 1 2004
Boletim
Receba as últimas notícias em seu email
Fale Conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Regras

Classificação, motores e pneus são as novidades

A temporada de 2006 começa mais uma vez com algumas mudanças nas regras da Fórmula 1. A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) tenta com as medidas reduzir os custos e aumentar a competitividade da categoria.

Uma das principais novidades será a redução da velocidade dos carros com a substituição dos motores V10 pelos V8. Com a diminuição da velocidade e da potência, há a possibilidade do aumento de ultrapassagens durante as corridas neste ano.

A Toro Rosso (antiga Minardi) seguirá correndo com os antigos motores Cosworth, mas a escuderia, comprada pela Red Bull, terá de limitar a potência dos seus propulsores para terem uma performance similar a um V8.

Proibida no ano passado, a troca de pneus voltará a ser permitida durante as corridas nesta temporada. Antes, os pilotos podiam trocar o composto apenas em caso de furo e era obrigado a usar o mesmo jogo de pneus na classificação e na corrida.

Para essa temporada, os pneus poderão ser trocados ao longo da prova. O retorno das trocas aconteceu principalmente em razão do risco de acidentes no final da corrida, quando o desgaste se acentua, como aconteceu com o finlandês Kimi Raikkonen, no GP da Europa, em Nurburgring.

A classificação também teve mudanças sensíveis. Criada em 2003, a classificação em volta lançada, com todos os pilotos saindo separadamente, era muito criticada. No ano passado, houve inclusive uma tentativa de criar uma segunda sessão no domingo, mas a mudança não durou muitas corridas.

No entanto, o antigo sistema, utilizado até a temporada de 2002, não retornará. Naquele regulamento, os carros tinham um limite de 12 voltas em um treino de uma hora.

Para tentar aumentar a emoção, a classificação foi dividida em três partes. Na primeira de 15 minutos, os seis mais lentos serão eliminados e ocuparão as últimas seis posições no grid.

Na segunda, que terá o mesmo limite de tempo, os cinco mais lentos também serão excluídos e alinharão de 11º a 16º no grid de largada.

A definição do pole e dos dez primeiros acontecerá nos 20 minutos finais. No entanto, nesta parte, os carros terão de partir para a classificação com o combustível que começarão a corrida. Em todas as partes, não haverá limite de voltas.

A FIA estuda ainda novas mudanças para as próximas temporadas, como a criação da asa bipartida, venda de chassis entre as equipes e a limitação tecnológica dos carros.

Câmbio
Mínimo de 4 velocidades. Máximo de 7 velocidades.

Peso
O peso total do carro com o piloto não deve estar abaixo de 600 kg. Na classificação, o limite é de 605 kg.

Dimensões do carro
O carro não pode exceder 1,80m de largura. O comprimento e a altura do carro estão ligados a parâmetros mais específicos. Por exemplo, a altura do centro da linha da roda traseira pode ter no máximo 1,40m de largura. A carenagem traseira não pode ter mais que 1m de largura.

Pneus
Proibida na última temporada, a troca de pneus durante as corridas retorna nesta temporada. A FIA acredita que a redução da potência dos motores irá limitar o ganho de performance dos compostos. Com a mudança, os pilotos passará a ter direito a mais jogos de pneus neste ano - sete para pista seca, quatro para asfalto molhado e três para pista extremamente molhada.

Os pneus devem ter sulcos radiais. Cada pneu deve ter 4 sulcos simétricos. A banda de rodagem dos pneus dianteiros não pode exceder 270mm. Os pilotos não podem usar mais do que quatro jogos de pneus para pista seca, quatro para pista molhada e três para pista extremamente molhada por fim de semana.

Na sexta-feira de treinos, os pilotos podem testar dois tipos de pneus, mas deve fazer a escolha para sábado após as sessões.

A partir de 2007, a "guerra dos pneus" acaba na F-1. Insatisfeita com as medidas da FIA, a Michelin decidiu abandonar a categoria no final desta temporada e a Bridgestone passará a ser a única fornecedora de pneus.

Rodas
As rodas dianteiras podem ter entre 305 e 355mm de largura, e as traseiras entre 365 e 380mm.

Com os pneus, as rodas não podem passar de 660mm de diâmetro - ou 670mm com pneus de chuva.

Combustível
Não existe limite para o uso de combustível, mas ele deve seguir as normas de especificação européia a partir de 1º de janeiro de 2000, contendo até 50 partes de sulforeto por milhão.

Ajudas para o piloto
Ajudas eletrônicas como o controle de tração e a suspensão ativa não são permitidas. Será livre para os pilotos consultar dados eletrônicos, mas ele não poderá realizar nenhuma mudança em seu carro durante a corrida.

Participantes
A temporada de 2006 terá 22 pilotos, divididos em dez equipes.

Treinos
Nos treinos livres de sexta-feira, as seis piores equipes da última temporada - Williams, BAR, Red Bull, BMW Sauber, Midland e Toro Rosso - poderão utilizar um terceiro piloto. A partir do treino livre de sábado, apenas os pilotos titulares participam da sessão.

Após diversas críticas, o treino de classificação em volta lançada foi extinto e completamente remodelado. No entanto, a sessão segue com uma hora de duração e os carros irá ao parque fechado, onde não poderão sofrer alterações, como reabastecimento e troca de pneus, até a corrida.

O treino será dividido em três partes:

Parte 1: Todos os 22 pilotos poderão completar quantas voltas quiserem durante os primeiros 15 minutos. No final, os últimos cinco pilotos serão eliminados e preencherão as últimas seis posições de grid.

Parte 2:
Depois de um intervalo de cinco minutos, os carros restantes participarão de uma nova sessão de 15 minutos e podem novamente completar quantas voltas quiserem. No final, os últimos cinco serão eliminados e ocuparão as posições de 11º a 16º no grid.

Parte 3: Após mais um intervalo de cinco minutos, os dez pilotos restantes lutarão pelos dez primeiros lugares no grid. Os carros não terão limite de voltas durante a sessão de 20 minutos, mas terão de iniciar a sessão com a configuração de corrida e não poderão ser mais reabastecidos, diferentemente das duas partes anteriores.

Programação
Os horários dos Grandes Prêmios para a temporada de 2004 foram estabelecidos pela FIA da seguinte maneira (hora local):

Sexta-feira
11h-12h: Treino Livre 1
14h-15h: Treino Livre 2

Sábado
11h-12h: Treino Livre 3
14h: Classificação

Domingo
14h00: Corrida

* Alguns Grandes Prêmios podem ter algumas diferenças na programação

Warm up
O aquecimento prévio acabou em 2003.

Boxes e pits
A velocidade máxima na área dos boxes ficará entre 80km e 120 km, dependendo do circuito. Se o limite de velocidade for ultrapassado, o piloto receberá uma penalidade e deverá cumprir um drive-through (passagem obrigatória pelos boxes).

Duração
O tempo de corrida será determinado pelas condições da mesma. Pode durar pelo número de voltas (desde que excedido os 305 km) ou pelo tempo (desde que ultrapasse duas horas), o que acontecer primeiro. A bandeira quadriculada será mostrada ao vencedor na última volta, ou quando se cumprir duas horas de prova.

Boxes abertos
A saída dos pits é aberta 30 minutos antes do início da corrida, o que permite aos carros entrar no circuito. Os boxes se fecham 15 minutos depois. Os carros, então, devem ocupar na pista sua posição para o grid. Se um carro não conseguir sair dos boxes, antes do seu fechamento, deverá largar de lá.

Dez minutos
Dez minutos antes do início da prova, somente os pilotos, membros da equipe e comissários terão permissão para entrar na pista.

Um minuto
Quando faltar 60 segundos para a largada, os motores serão ligados e todos deixarão a pista.

Chuva
Se as condições do tempo forem diferentes das que caracterizaram as sessões de classificação, será permitido aos pilotos um treino livre de reconhecimento de 15 minutos, uma hora antes da largada. Se começar a chover depois do aviso de 5 minutos, mas antes da volta de apresentação, uma placa de largada adiada será mostrada. O novo procedimento, então, terá início dentro de 15 minutos.

Largada
Cinco luzes vermelhas se acendem. Quando todas elas se apagarem, a largada será dada.

Durante a corrida
Os pilotos e as equipes só podem se comunicar por meio de mensagens afixadas em tabuletas mostradas dos boxes, gestos do piloto e sinais de telemetria do carro para os boxes. As mudanças técnicas nos carros durante a corrida, no entanto, estão proibidas.

Carro parado
Se um piloto necessitar de qualquer tipo de ajuda para fazer seu carro pegar e voltar à corrida, será excluído.

Fim da corrida
Todos os carros devem passar, com os pilotos dentro, pelo processo de pesagem. Os vencedores vão ao pódio e depois dão entrevistas coletivas.

Pontos
Os critérios de pontuação deste ano seguem os mesmos da última temporada, com os oito melhores somando pontos. O vencedor ganha 10; o segundo, 8; o terceiro, 6; o quarto, 5; o quinto, 4, o sexto, 3, o sétimo, 2; e o oitavo, 1.

Classificação
Os carros serão classificados de acordo com o número de voltas dadas. Os carros que completarem o mesmo número de voltas receberão a classificação pela ordem em que cruzarem a linha de chegada.

Se um piloto ficar com um tempo superior ao dobro de tempo da volta rápida do ganhador (na última passagem), esta volta não será considerada no momento de se calcular a distância total percorrida.

Os carros que cumprirem menos de 90% do número de voltas percorridas pelo ganhador, não se classificarão.

Interrupção da corrida
A corrida será suspensa no caso de o circuito ficar bloqueado por um acidente, ou devido a condições de tempo que constituam perigo para a vida dos pilotos. O diretor da prova é quem toma a decisão. As luzes vermelhas serão acesas, juntamente com as bandeiras vermelhas que serão agitadas pelo comissário, paralisando a competição.

Penalizações de tempo
O tempo de penalização para um stop-go (parada obrigatória nos boxes) está fixado em 10 segundos. Se a falta ocorrer durante as cinco últimas voltas, 25 segundos serão adicionados ao tempo do piloto, mas ele não será obrigado a realizar o stop-go.

No entanto, a penalização mais comum nos últimos anos é o drive-through. O piloto tem de entrar no pit lane, mas não precisa parar o carro.