Fórmula 1 - 2008

› Esportes › Automobilismo › Fórmula 1 - 2008

Fórmula 1 - 2008

Sexta, 28 de março de 2008, 15h33 Atualizada às 17h45

Morre ex-desafeto de Ayrton Senna

Presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) entre 1986 e 1993, o francês Jean-Marie Balestre morreu hoje, aos 86 anos. Membro fundador da Federação Francesa de Automobilismo (FFSA), da qual foi seu primeiro mandatário, o cartola também causou polêmica por suas decisões, que fizeram algumas pessoas criticá-lo por abuso de poder.

O tricampeão Ayrton Senna, por exemplo, teve problemas com o mandatário quando o acusou de fazer campanha a favor do rival Alain Prost, em 1989. Por causa de tais comentários, Balestre obrigou o brasileiro a apresentar um pedido de desculpas sob a ameaça de perder a superlicença para competir na temporada de 1990.

Dois anos depois, o paulista voltou à carga e responsabilizou o francês por sua colisão com Prost na primeira curva do GP do Japão de 1990, já que Balestre se recusou a mudar o lado em que o pole position - no caso Senna - começaria a corrida.

"Isto (a colisão) foi o resultado de uma má decisão que foi influenciada por Balestre, sei muito bem disso. Sabemos o porquê e o resultado foi o que aconteceu na primeira curva. Não foi minha responsabilidade", acusou o brasileiro na época.

Atual presidente da FFSA, Nicolas Deschaux lamentou a morte do ex-mandatário da entidade. "É uma tremenda perda para o automobilismo. Ele sempre soube como portar a voz das instituições que dirigiu", disse.

Gazeta Press

Busque outras notícias no Terra