Fórmula 1 - 2008

› Esportes › Automobilismo › Fórmula 1 - 2008

Fórmula 1 - 2008

Segunda, 19 de maio de 2008, 09h22 Atualizada às 09h29

Pressionado, Nelsinho diz que "não é o início esperado"

Pressionado publicamente pelo diretor esportivo da Renault, Steve Nielsen, Nelsinho Piquet sabe que um bom resultado no Grande Prêmio de Mônaco, marcado para o próximo domingo, é essencial para o início de sua carreira na Fórmula 1.

» Alonso quer ser "surpresa" em Monte Carlo

Ainda sem ter completado nenhuma das cinco etapas da temporada 2008 entre os oito primeiros colocados, o brasileiro convive com a sombra de Fernando Alonso, que marcou nove pontos com o mesmo modelo R28.

Além disso, o modesto rendimento do estreante até aqui provocou várias críticas por parte de Nielsen na semana passada, quando o diretor disse que o piloto "precisa ter mais momentos bons que ruins".

Sob pressão, Nelsinho afirmou ao site oficial da Renault que vê a corrida no Principado como a grande chance de marcar seus primeiros pontos. "Irei à prova como de costume, tentando fazer o melhor trabalho que posso pelo time. Seria ótimo se pudesse marcar alguns pontos, este é meu objetivo. Então preciso me qualificar bem, quem sabe no top dez, e então tentar ter uma corrida consistente", apontou.

O brasileiro confessa que este início de temporada não está sendo conforme o planejado. "Não tem sido uma introdução fácil na Fórmula 1. Cometi alguns erros, não tive sorte e estas cinco primeiras etapas não foram como imaginei", completou.

Apesar disso, ele ressalta que a experiência ganha até agora será útil em seu futuro na categoria. "A coisa importante é que consegui uma experiência valiosa e aprendi algumas lições. Espero que isso permita me tornar um piloto mais forte pelo resto da temporada", definiu.

Gazeta Press

Busque outras notícias no Terra