Fórmula 1 - 2008

› Esportes › Automobilismo › Fórmula 1 - 2008

Fórmula 1 - 2008

Domingo, 2 de novembro de 2008, 19h21 Atualizada às 22h55

Vaiado, Glock diz que sente muito por Massa

Responsável por decidir a edição 2008 do Mundial de Fórmula 1, o alemão Timo Glock garantiu que não poderia fazer nada para evitar a ultrapassagem de Lewis Hamilton na volta final do GP do Brasil. Vaiado pela torcida, o piloto da Toyota declarou que sente muito por Felipe Massa não poder comemorar o título diante da torcida.

Veja também:
» Veja fotos do GP do Brasil
» Assista ao vídeo: Hamilton fatura título
» Assista ao vídeo: conheça a trajetória
» Massa vence; Hamilton é campeão
» Veja a classificação final da temporada
» Comente o GP do Brasil

Confira os especiais:
» Baixe wallpaper de Lewis Hamilton
» Veja fotos ampliadas de Hamilton
» Hamilton supera algoz e se torna
o mais jovem campeão da história

» Brasil mantém jejum de títulos na F-1
» Hamilton deixa trauma para trás e se redime
» Mande mensagem a Hamilton

Dentre os primeiros colocados, ele foi o único piloto que optou por não colocar pneus de chuva no final da prova, o que acabou sendo decisivo para as pretensões de Felipe Massa conquistar o título mundial.

"No final da corrida, eu não poderia fazer nada diferente. Não faria sentido ir para o pit stop antes da última volta", justificou o piloto, que garantiu que só depois ter ficado sabendo que acabara decidindo o resultado da temporada. "Nem sabia, só vi que tinha ficado em sexto. No final, foi assustador porque havia um monte de gente atrás de mim querendo entrevista", declarou.

Após a prova, Timo se dirigiu aos boxes, de onde só saiu mais de uma hora depois. "Não podemos mais mudar. Tentei fazer o meu melhor", garantiu o piloto alemão, que, questionado sobre as suas lembranças da última volta em Interlagos não foi capaz de responder. "Não lembro muito. Estava tão preocupado em me manter na pista que eu nem vi onde Lewis me ultrapassou. Na verdade, eu nem sabia que era ele", contou.

"Foi muito difícil segurar o carro no final, dada a condição do tempo e as condições dos pneus. Só conseguia pensar: 'uma só volta, uma só volta'. Isso nos custou o quinto lugar e acabou decidindo o campeonato. Assim é o automobilismo", afirmou. Questionado se tinha preferência por Hamilton ou Massa na disputa pelo título, ele declarou que não. "O título no final foi um presente pelo o que Lewis fez o ano inteiro, assim como seria para Felipe", destacou.

Hostilizado pela torcida verde-amarela, Glock pediu desculpas a Massa. "Foi uma corrida sensacional para os fãs no final, talvez não para brasileiros, mas tentei fazer o meu melhor. Só tentei me manter na pista na última volta. Sinto muito por Felipe e parabéns a Lewis. Hamilton teve a sorte hoje, mas os dois mereciam ser campeões", finalizou.

Gazeta Press

AFP
Massa chora após perder o título mundial na última curva do GP do Brasil
Massa chora após perder o título mundial na última curva do GP do Brasil

Busque outras notícias no Terra