0

No TO, réplica de Herbie concorre por atenção com veículos do Sertões 2013

1 ago 2013
07h33
atualizado às 07h33
  • separator
  • 0
  • comentários

A passagem do Rally dos Sertões 2013 por Palmas (TO) atraiu muitos curiosos à Praia da Graciosa, ponte de apoio das equipes na capital do Tocantins. E nesta quarta-feira, apesar da presença de alguns dos mais potentes carros, motos, quadriciclos, caminhões e UTVs das competições off road internacionais, muita gente parou para tirar foto com um simpático VW Fusca que estava estacionado no local.

<p>Automóvel fez sucesso entre curiosos durante Rally dos Sertões</p>
Automóvel fez sucesso entre curiosos durante Rally dos Sertões
Foto: Emanuel Colombari / Terra

O automóvel, ano 1968, é propriedade de Airton Lucas, gestor financeiro que mora em Palmas há dois anos. Aos 50 anos, Airton possui outros dois Fuscas, anos 1967 e 1968, mas decidiu decorar o carro em questão como o personagem Herbie, protagonista de filmes como Se Meu Fusca Falasse (1969), As Novas Aventuras do Fusca (1974) e Um Fusca em Monte Carlo (1977).

“Gosto muito de carro de série. Eu tinha também um Maverick, mas me mudei para cá há dois anos e vendi”, disse Airton, que “vestiu” seu Fusca de Herbie há quatro anos. “Fiz por gosto. Sempre gostei de carro antigo. O primeiro filme que eu vi tinha o Fusquinha”, completou ele, que diz ter “a mais fiel réplica do Herbie no Brasil”.

Entre as características que imitam o veículo original, o Volkswagen de Airton Lucas tem o mesmo número 53 no capô e nas portas, as faixas vermelhas, brancas e azuis, e o teto solar de lona (modelo Califórnia). Mesmo com tantas alterações em relação ao carro de 1968, o Fusca de Airton tem licença (placa) preta, dedicada a veículos com pouca ou nenhuma alteração em relação à fabricação – segundo ele, por ser um Herbie original.

Mesmo satisfeito com a atenção dada ao carro pelo público de Palmas, Airton admite se preocupar com o fim do dia. Segundo ele, com a pouca preocupação do público – em especial crianças – que se aproximam e tirar fotos, é comum ver riscos na lataria ao fim do dia.

“Quando cheguei aqui, não era muita atenção que nem em São Paulo. Acho que o pessoal lá vê mais filmes. Aqui, só acham diferente. Em São Paulo, a gente vive em shopping, em cinema”, disse ele. “Tenho ciúmes dessas coisas de ficarem subindo em cima. Fico sem graça de pedir para descerem. Só quando estou mais perto”, completou.

Mesmo sem conseguir reproduzir outros carros de filmes, como o Dodge Charger RT 1969 do filme Os Gatões (batizado como General Lee), Airton se mostra satisfeito com a atenção. “Até o pessoal do rali veio tirar foto”, completou ele, que costuma alugar o carro para eventos.

O repórter viajou a convite da organização do Rally dos Sertões 2013

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade