inclusão de arquivo javascript

Automobilismo

 
 

Na Mercedes, Hamilton afirma que será dificíl competir com equipes de ponta

22 de janeiro de 2013 11h25

O inglês Lewis Hamilton considera que é "um privilégio fazer parte do universo da Mercedes", embora acredite que será "muito difícil lutar com as equipes de ponta em 2013".

Hamilton afirmou que "vive para ganhar" e que não renuncia conquistar vitórias no Mundial de Fórmula 1 de 2013 com a escuderia alemã.

"Esta temporada vai ser muito interessante. Eu vivo para ganhar, mas para isso trabalho o ano todo. Será difícil competir com a Red Bull, a Ferrari e a McLaren, mas não é impossível", disse.

Durante sua visita à sede da marca alemã em Stuttgart, Hamilton, que deixou a McLaren, com a qual foi campeão do mundo em 2008, agradeceu o recepção e manifestou suas perspectivas para o próximo campeonato.

"Estou muito agradecido pela força que me deram e muito motivado pela ideia de pilotar uma Mercedes. É genial comprovar o entusiasmo de todo mundo. Isso me deu muito motivação durante todo o inverno (no hemisfério norte)", comentou. EFE

jad/ff

EFE
EFE - Agência EFE - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agência EFE S/A.