Stock Car 2007

Stock Car 2007

Segunda, 10 de dezembro de 2007, 16h14  Atualizada às 19h56

Tio de Sperafico reclama de proteção de pneus

Elaine Felchacka
Especial para o Terra
Oelcio Francisco/Divulgação

Rafael Sperafico morreu após acidente na etapa final da Stock
Busca
Saiba mais na Internet sobre:
Busque outras notícias no Terra:

O ex-piloto Milton Sperafico, tio de Rafael Sperafico, morto em um acidente em Interlagos, no último domingo, reclamou das condições do autódromo e principalmente da curva do Café, local onde o sobrinho perdeu o controle do carro. Para ele, o uso da proteção de pneus pode ter sido um grande erro.

» Veja as fotos do acidente
» ESPN 360: assista ao vídeo
» Morte abala família
» Piloto morre após acidente

"Interlagos melhorou muito a estrutura, mas infelizmente ficou um ponto a desejar e foi este ponto (curva do Café). Não tinha nada que ter barreira de pneus, mas colocaram e veio a acontecer isso", disse Milton em entrevista à Rádio CBN.

Para ele, Interlagos não é o único autódromo com problemas e por isso é momento de uma nova vistoria em todos os circuitos nacionais.

"A questão é ampla em todos os autódromos do Brasil. Temos o Tarumã (RS) que é muito antigo, não tem área de escape e é de altíssima velocidade. Tem autódromo que tem que ser revisto para melhorar a segurança dos pilotos".

O ex-piloto afirmou ainda que a tragédia foi uma seqüência de erros, que abalou demais toda família, que tem o automobilismo como tradição há duas gerações.

"É uma tragédia para nós, está sendo muito difícil. É um acontecimento que ninguém esperava. É uma seqüência de problemas de segurança do autódromo, problema do carro. Mas infelizmente é uma fatalidade".

Mesmo apontando problemas no autódromo e afirmando que havia problemas com o carro, Milton isentou a equipe FTS Competições de qualquer culpa no acidente.

"Ele era um piloto rápido, seguro e o equipamento dele era muito bom, estava em uma equipe boa".

Para Milton, o acidente que vitimou Rafael, 27 anos, interrompeu uma carreira promissora e deu fim aos sonhos do jovem piloto e de toda a família.

"Ele estava na Stock Car Light e estava sendo sondado para ir para V8. Mas infelizmente isso foi interrompido pela morte brutal".

Redação Terra