2 eventos ao vivo

Avaí ofusca estrelas do Santos e abre vantagem no Pacaembu

12 ago 2010
23h47
atualizado em 13/8/2010 às 01h39

O torcedor do Santos que foi ao Pacaembu na noite desta quinta-feira para ver uma apresentação de gala da dupla Neymar e Paulo Henrique Ganso, viu Rudnei e Vandinho serem as estrelas da noite. A equipe paulista foi derrotada pelo Avaí por 3 a 1, e agora precisa vencer por três gols de diferença na Ressacada para obter a classificação às oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Como Neymar e Ganso desembarcaram do amistoso com a Seleção Brasileira nos Estados Unidos há 24 horas, o técnico Dorival Junior optou por manter a dupla no banco de reservas, e lançou a equipe com Madson, Zé Eduardo e Marcel no ataque. O trio ofensivo não funcionou no primeiro tempo, e o Avaí começou a construir sua vitória.

Aos 5min, Robinho tentou chute de longe e Rafael precisou fazer a defesa em dois tempos. A resposta do Santos veio quatro minutos depois, em cobrança de falta de Marquinhos que só não entrou no gol devido à boa intervenção do goleiro Zé Carlos. A equipe paulista seguiu pressionando e apostou nas cobranças de escanteio, mas a defesa do Avaí apareceu bem.

Aos 16min, Patric cruzou bola na área do Santos e a defesa bateu cabeça para afastar o perigo. A bola sobrou para Rudnei, que aproveitou a saída afobada do goleiro Rafael para chutar de fora da área e abrir o placar.

O Santos não sentiu o golpe do gol, e seguiu pressionando a equipe adversária. A marcação do Avaí realizava um trabalho eficiente, e aos 28min Zé Carlos fez boa defesa em cabeçada de Marcel. O atacante ameaçou o gol adversário novamente aos 36min, em chute de longe que passou ao lado da trave esquerda.

A melhor chance de empate do Santos aconteceu aos 43min, quando Madson aproveitou cruzamento pela direita e completou de primeira por cima do travessão, para o lamento da torcida paulista.

No retorno do intervalo, o técnico Dorival Junior nem esperou o reinício da partida para lançar Neymar e Ganso em campo, no lugar de Madson e Léo. Quem ficou perto de marcar, porém, foi o Avaí, que no segundo minuto de jogo viu Vandinho aparecer na entrada da área e finalizar para fora na saída do goleiro Rafael.

O jogador do Santos colidiu com o atacante no lance, e posteriormente precisou ser substituído. A partida seguiu aberta, com a equipe catarinense jogando no erro do Santos. Aos 8min, Vandinho finalizou em cobrança de falta e acertou à esquerda do gol.

A situação do Santos ficou realmente complicada aos 18min, quando Vandinho iniciou contra-ataque aproveitando desatenção da defesa paulista. O jogador arrancou pela intermediária, viu o goleiro Felipe avançado e chutou por cobertura para ampliar.

A equipe da casa sentiu o gol, mas finalmente teve um bom lance ofensivo aos 23min. Neymar fez grande jogada pelo meio de campo e passou para Zé Eduardo chutar forte, sem defesa para Zé Carlos.

O Avaí não ficou apenas se defendendo após sofrer o gol, e aos 27min Robinho tentou dar bom passe para Vandinho, mas Pará chegou preciso no desarme. Três minutos depois, Caio aproveitou desatenção da zaga santista, que pediu impedimento inexistente no lance após falta cobrada com velocidade, e arrancou até a área. Cara a cara com o goleiro, o meia apenas rolou a bola para Vandinho ampliar.

Aos 33min, o Avaí ficou próximo de marcar seu quarto gol, quando Patric cabeceou próximo à trave de Felipe. O Santos ficou surpreendentemente acuado, e teve um bom momento aos 36min, quando Neymar arrancou para cima da marcação e caiu na área pedindo pênalti. A torcida do Santos chiou, mas viu sua equipe ter um lance polêmico contrário. Robinho chutou de voleio após cruzamento de Eltinho, e Felipe tirou a bola de dentro do gol.

A última chance do Santos para descontar saiu aos 43min, quando Zé Eduardo chutou na rede pelo lado de fora depois de disputa de bola na área do Avaí. A equipe catarinense, ciente da grande vantagem construída, passou a tocar a bola em seu campo de ataque, e conseguiu manter o grande resultado.

FICHA TÉCNICA

Santos 1 x 3 Avaí

Gols
Santos:

Zé Eduardo, aos 23min do 2º tempo
Avaí: Rudnei, aos 16min do 1º tempo, e Vandinho, aos 18min e aos 30min do 2º tempo

Ponto Forte do Santos
Entrada de Neymar no segundo tempo deu mais criatividade ao ataque da equipe.

Ponto Forte do Avaí
Oportunista, equipe soube aproveitar os erros e as desatenções do Santos para construir sua vitória .

Ponto Fraco do Santos
Defesa errou muito, falhou na atenção e poderia ter saído com um resultado ainda pior.

Ponto Fraco do Avaí
Cometeu muitas faltas perto da área e permitiu ao Santos ameaçar na bola aérea.

Personagem do jogo
Vandinho, autor de dois dos três gols do Avaí.

Lances polêmicos
Aos 37min, do segundo tempo, Neymar driblou a defesa do Avaí, invadiu a área e caiu quando a marcação apareceu. O juiz, porém, não viu pênalti.

Um minuto depois, Eltinho cruzou bola na área do Santos e Robinho completou de voleio. O goleiro Felipe tirou a bola de dentro do gol, mas a arbitragem não validou o lance.

Esquema Tático do Santos
4-3-3
Rafael (Felipe); Pará, Edu Dracena, Durval e Léo (Paulo Henrique Ganso); Arouca, Wesley e Marquinhos; Madson (Neymar), Zé Eduardo e Marcel. Técnico: Dorival Junior

Esquema Tático do Avaí
4-4-2
Zé Carlos; Patric, Emerson, Rafael e Eltinho; Marcinho Guerreiro, Rudnei (Bruno), Davi (Marcos) e Caio; Robinho e Vandinho (Sávio). Técnico: Antonio Lopes.

Cartões amarelos
Santos: Edu Dracena
Avaí: Davi, Marcos, Eltinho e Rafael

Árbitro
Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Local
Estádio do Pacaembu (SP)

Público: 7.126 pagantes

Vandinho marcou dois gols para o Avaí na vitória sobre o Santos
Vandinho marcou dois gols para o Avaí na vitória sobre o Santos
Foto: Léo Pinheiro / Futura Press
Fonte: Redação Terra
publicidade