0

Vitória da Conquista enquadra Bahia e abre 3 a 0 em decisão

26 abr 2015
18h11
atualizado às 19h04
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na primeira partida da decisão do Campeonato Baiano, o Bahia foi engolido pelo Vitória da Conquista durante todo o jogo e acabou derrotado pelo adversário por 3 a 0. Os gols foram marcados por Fausto, Diego Aragão e André Beleza, já no segundo tempo. A partida foi realizada no interior do estado.

O Vitória da Conquista dominou todo o confronto e não deixou o Bahia jogar. Mais forte no meio campo, a equipe do interior baiano se mostrou mais equilibrada taticamente e dominou o adversário, com chances claras de gol desde o início até o fim do jogo.

Agora, o Bahia precisa vencer por 3 gols de diferença para conquistar o título baiano. Em caso de igualdade no placar agregado dos dois jogos, a vantagem para conquistar o título será do Bahia, que tem uma campanha melhor que o adversário durante toda a competição.

Vitória da Conquista dominou Bahia e abriu vantagem
Vitória da Conquista dominou Bahia e abriu vantagem
Foto: Eliezer Oliveira / Futura Press

O JOGO

A primeira etapa começou elétrica e com tensão no ar em campo. Apesar do clima e de boas chegadas para os dois lados, tanto Bahia como Vitória da Conquista não tiveram chances claras de gol. A primeira oportunidade aconteceu aos 12 minutos, quando Titi perdeu a bola na entrada da área e fez falta. Na cobrança, Carlinhos bateu mal e a zaga afasta sem dificuldade. Melhor em campo, a equipe alviverde teve uma grande chance de abrir o placar aos 19 minutos.

A zaga da equipe da casa afasta de qualquer jeito e a bola caiu nos pés de Tatu, que ganhou na velocidade do ataque do Bahia e chegou cara a cara com o goleiro Jean. Mas, na hora da finalização, chutou por cima do gol. Já aos 28, Apodi passou pela marcação e cruzou na área. O goleiro Jean saiu mal e socou a bola para o meio da área. Diego Dragão aproveitou a falha e bateu para o gol, mas Titi, em cima da linha, tirou com os joelhos.

Já no início da segunda etapa, quando o Bahia deveria mostrar uma mudança após o intervalo, o Vitória da Conquista abriu o placar. Em cobrança de falta de Carlinhos, Fausto subiu mais que a zaga do Tricolor de Aço e testou firme para o fundo do gol de Jean, que nada pôde fazer. A pressão continuou e, na sequência, o Bode quase aumentou o placar. André Beleza cobrou escanteio, a zaga afastou e voltou para o pé do meia, que fintou um zagueiro, entrou na área e bateu

forte, mas chutou para fora. O Bahia finalmente entrou no jogo aos 10 minutos. Souza lançou Maxi Biancucchi, que chutou forte. A bola explodiu no travessão, desviou na trave direita e foi afastada pela zaga.

Melhor em campo, o Vitória da Conquista aumentou a vantagem aos 22 minutos. Após cobrança de lateral, Diego Aragão pegou a bola dentro da área, fintou um zagueiro e chutou forte, no ângulo, sem chances de defesa para o goleiro Jean. O Bahia voltou ao ataque, mas no contra-ataque André Beleza recebeu o passe dentro da área após jogada rápida, fintou um zagueiro e bateu colocado para o fundo do gol. No fim, muita pressão sobre a arbitragem mas pouca bola jogada. Fim de jogo, 3 a 0 Vitória da Conquista.

Veja também:

Estudo mostra os clubes que mais faturaram grana da TV de 2010 a 2019
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade