2 eventos ao vivo

Bahia vence Juazeirense fora de casa e fica mais próximo da final

5 abr 2015
19h50
atualizado às 19h50
  • separator
  • comentários

Na tarde deste domingo, o Bahia conquistou resultado importante para chegar à decisão do Campeonato Estadual. Em partida de ida das semifinais da competição, o Tricolor derrotou o Juazeirense por 2 a 1, no estádio Adauto Moraes. Os gols dos visitantes foram de Maxi Biancucchi e Kieza, enquanto Fabiano marcou para os donos da casa.

A partida de volta está marcada para o dia 19 deste mês, domingo, às 16 horas (de Brasília), na Arena Fonte Nova. Porém, antes do duelo decisivo, o Bahia tem compromissos marcados com o Sport pela Copa do Nordeste: na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro, às 22 horas (de Brasília). Posteriormente, no dia 12 de abril, domingo, às 16 horas (de Brasília), em Salvador.

O jogo - O Tricolor abriu o placar logo aos dez minutos. Maxi Biancucchi recebeu bom lançamento de Souza, tirou do goleiro Tigre com um toque de cabeça e mandou no contrapé do zagueiro adversário que protegia a meta.

O Bahia assustou logo depois. Kieza girou sobre o marcador, saiu na cara do gol, mas chutou muito alto. A partida teve lance polêmico com 33 jogados. Tiago Real fez cruzamento, e a bola tocou na mão do zagueiro Fabiano. Os jogadores visitantes pediram a penalidade máxima, mas o árbitro não marcou o pênalti.

O Juazeirense empatou aos 37. Juninho cobrou falta, Douglas Pires tentou antecipar a jogada, mas falhou. Porém, ainda conseguiu se recuperar e fazer a defesa. No rebote, Fabiano ficou com a bola e mandou para o fundo do gol.

A virada tricolor quase saiu aos 42. Maxi Biancucchi recebeu cruzamento e cabeceou com perigo. Porém, os donos da casa responderam na sequência. Junior arriscou à distância, e Douglas Pires pulou atrasado. Para a sorte do goleiro, a bola atingiu a trave. Aos 46, o atacante voltou a ameaçar de cabeça, carimbando, novamente, o poste.

O Juazeirense teve boa chance logo aos dois minutos do segundo tempo. Maicon cobrou falta na área, e Sassá desviou. Embora o goleiro Douglas Pires já estivesse caído, ele conseguiu executar boa defesa.

O Bahia respondeu aos 17. Após chute cruzado de Maxi Biancucchi, a bola desviou na defesa adversária e sobrou com Souza, que não conseguiu completar para o gol. Aos 22, Kieza não desperdiçou a chance de marcar o segundo do Tricolor. O atacante ficou com sobra de bola e tocou na saída de Tigre para balançar as redes.

Os anfitriões tentaram reagir aos 24. Maicon acelerou pelo lado direito, e fez cruzamento na primeira trave. Thales apareceu para cabecear, mas a bola saiu pela linha de fundo. Os visitantes responderam aos 31. Tigre falhou e deixou a bola com Kieza, que tentou por cobertura, mas Fabiano salvou. Logo depois, Souza cobrou escanteio, e a defesa afastou. Na sobra, Patric bateu forte, mas o chute parou no meio do caminho.

O Bahia voltou a assustar aos 40 minutos. Kieza deu passe para Souza, que chutou de primeira para boa defesa de Tigre. O Juazeirense respondeu aos 47. Adriano Chuva cruzou, Douglas Pires saiu errado, e Carlos Alberto conclui para defesa do arqueiro, que barrou a última oportunidade de movimentação do placar.

Vitória da Conquista abre vantagem sobre Colo Colo-BA

No estádio Lomanto Júnior, pela outra semifinal do Baiano, o Vitória da Conquista venceu o Colo Colo-BA por 3 a 0, com gols de Tatu, Carlinhos e Cacá (de pênalti). A partida de volta será realizada no dia 19 deste mês, domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio Mário Pessoa, em Ilhéus.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade