0

Minutos após goleada, gestor de futebol pede demissão no Bahia

12 mai 2013
19h04

A goleada histórica sofrida pelo Bahia neste domingo, por 7 a 3 para o arquirrival Vitória, já começou a ter as primeiras consequências dentro do clube. O gesto de futebol Paulo Angioni entregou o cargo minutos após o apito final do juiz.

O dirigente chegou ao clube há pouco mais de três anos. Responsável pelo comando do departamento de futebol, Angioni ajudou a equipe a subir para a Série A do Campeonato Brasileiro logo em sua primeira temporada no clube. No ano passado, junto com a comissão técnica, montou a equipe que foi campeã baiana pela primeira vez em 11 anos. No entanto, as constantes trocas de técnico e os maus resultados recentes, como a goleada deste domingo e as derrotas por 5 a 1 e 2 a 1 para o próprio Vitória, na fase de grupos do Estadual, acabaram deixando o dirigente sem clima para permanecer no Tricolor.

A derrota deste domingo foi válida pela primeira partida da final do Estadual, em plena Fonte Nova. Se quiser ser campeão, o Bahia precisa vencer por cinco gols de diferença no próximo domingo, em jogo marcado para o Barradão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade