6 eventos ao vivo

Conheça a trajetória do novo brasileiro da NBA

12 jul 2010
21h25
atualizado às 21h38
Marcel Pedroza

Natural de Joinville, Santa Catarina, Tiago Splitter é o mais novo brasileiro na NBA, o San Antonio Spurs confirmou nesta segunda-feira a contratação do pivô que havia sido selecionado pelo time do Texas, em 2007. O jogador está pré-convocado para o Mundial, deste ano, pelo técnico Rúben Magnano.

A carreira de Tiago começou muito cedo e com apenas 15 anos, o então garoto, foi contratado pelo Tau Cerámica (atual Caja Laboral) e rumou ao país europeu para começar sua trajetória no basquete internacional. Nas primeiras temporadas, o pivô brasileiro foi emprestado para algumas equipes menores, como o Bilbao Basket, para adquirir experiência e ser lapidado para então estrear na renomada equipe espanhola.

Com passagens pelas seleções de base, incluindo o quarto lugar na Copa América Sub-21, em 2000, com somente 15 anos, Splitter começou a ter seu nome especulado para representar a Seleção Brasileira Adulta e o então técnico Hélio Rubens resolveu apostar na juventude do garoto, no Mundial de 2002, disputado em Indianápolis.

Desde então, Tiago Splitter é nome certo nas listas do selecionado nacional e em janeiro de 2004, o Tau Cerámica, renovou seu contrato por mais quatro anos e enfim, o integrou a seu elenco principal. Os títulos pelo clube espanhol não demoraram a aparecer, na mesma temporada, o clube faturou a Copa do Rey e na temporada seguinte conseguiu dois vice-campeonatos, o do Campeonato Espanhol e o da Euroliga. No mesmo ano, Splitter ajudou a Seleção Brasileira a vencer a Copa América ¿ Pré Mundial, disputada na República Dominicana.

A temporada de 2007/2008 começou a consagrar o brasileiro, que liderou o Tau Cerámica ao título espanhol, com isso sua importância na Seleção Brasileira começou a aumentar e Tiago liderou a equipe no Torneio Pré-Olímpico das Américas. Despontando no cenário internacional, Splitter chamou a atenção dos olheiros da NBA e acabou sendo draftado pelo San Antonio Spurs, na 28ª posição, porém seu contrato com o time espanhol ainda tinha mais algumas temporadas de duração e uma multa rescisória que assustou o clube texano.

Com isso, o pivô brasileiro continuou no basquete europeu e a atual temporada não deixou dúvidas da qualidade do pivô brasileiro. Seu time, já com o nome mudado para Caja Laboral, foi campeão espanhol, derrotando o poderoso Barcelona na final e Splitter foi considerado o melhor jogador, tanto da temporada regular, como das finais.

A queda de rendimento dos Spurs na NBA e a ascensão de Tiago no basquete internacional caíram juntas em boa hora, deixando o ingresso do brasileiro na melhor liga de basquete do mundo inevitável. Tiago Splitter, que será companheiro de Tim Duncan, um dos melhores pivôs do mundo, tem tudo para se tornar o maior jogador brasileiro na liga americana, resta saber se sua adaptação será rápida.

Splitter formará com Tim Duncan, um dos melhores garrafões do mundo
Splitter formará com Tim Duncan, um dos melhores garrafões do mundo
Foto: Getty Images
Fonte: Redação Terra
publicidade