11 eventos ao vivo

Em jogo emocionante, Hornets viram contra Spurs; Warriors superam Timberwolves

O Charlotte Hornets recebeu o San Antonio Spurs na noite desta segunda-feira buscando fazer valer o mando de campo e acabar com a boa sequência dos rivais na NBA. Donos da segunda melhor campanha da liga e recém-chegado de uma vitória diante dos atuais campeões Golden State Warriors, os visitantes até começaram bem, mas não […]

22 mar 2016
12h08
  • separator
  • 0
  • comentários

Jeremy Lin foi o cestinha da partida na vitória contra os Spurs

O Charlotte Hornets recebeu o San Antonio Spurs na noite desta segunda-feira buscando fazer valer o mando de campo e acabar com a boa sequência dos rivais na NBA. Donos da segunda melhor campanha da liga e recém-chegado de uma vitória diante dos atuais campeões Golden State Warriors, os visitantes até começaram bem, mas não contavam com uma partida magistral de Jeremy Lin, que saiu do banco de reservas para liderar uma virada emocionante dos Hornets, que terminaram o confronto com o triunfo por 91 a 88.

O primeiro quarto começou com os Spurs massacrando os donos da casa e dando a entender que não teriam dificuldades em somar mais uma vitória na atual temporada. O primeiro período acabou com o amplo placar de 28 a 7 para a franquia texana. Após o forte impacto, os Hornets se reergueram no segundo quarto e já começavam a contar com a boa atuação de Lin, que nesta parcial já havia anotado 12 pontos.

Na volta do intervalo Steve Clifford parecia que tinha dado um jeito na equipe e os donos da casa voltaram ainda mais agressivos e dispostos a virarem o placar. Foi no terceiro quarto que os Hornets colaram nos Spurs e passaram a incomodar o adversário, que terminaram o período cinco pontos à frente, mas já sabiam que os anfitriões iriam incomodar de vez na última parcial.

Nos últimos 12 minutos de duelo Jeremy Lin resolveu chamar a responsabilidade e garantir a virada para os Hornets. Foi do armador que saiu a cesta que colocou sua equipe à frente no placar pela primeira vez. O duelo ficou ainda mais parelho com o passar do tempo e faltando apenas 18 segundos Lin converteu mais dois lances livres, obrigando os adversários a arriscarem uma bola de três, que acabou não caindo e confirmando a virada épica do Charlotte Hornets.

Com o revés o San Antonio Spurs se mantém na segunda colocação da Conferência Oeste, com 59 vitórias e 11 derrotas. O time volta a jogar nesta quarta-feira, contra o Miami Heat, em casa. Já os Hornets tentaram repetir a atuação de gala contra o Brooklyn Nets, nesta terça-feira, em Nova York.

Klay Thompson decidiu para os Warriors

Warriors – O Golden State Warriors visitou o Minnesota Timberwolves para se recuperar da derrota diante dos Spurs na última rodada. Os atuais campeões sofreram, mas no fim conseguiram garantir a 63ª vitória, por 109 a 104, na atual temporada da NBA, se aproximando cada vez mais do recorde do time do Chicago Bulls da temporada de 1995/96, quando fecharam a campanha regular com 72 triunfos.

Na noite desta segunda-feira os Warriors não contaram com um bom desempenho dos seus jogadores na linha dos três pontos, tampouco nos lances livres. O principal destaque da equipe foi Draymond Green, que saiu de quadra com 24 pontos e foi o maior pontuador dos visitantes. Já pelo lado dos Timberwolves Andrew Wiggins fez a diferença e terminou o duelo como cestinha da partida, com 25 tentos.

O jogo permaneceu disputado durante todo o tempo e apenas nos últimos segundos da última parcial os Warriors conseguiram definir o resultado. Se Curry não conseguiu anotar muitas bolas de três pontos, seu parceiro Klay Thompson fez questão de assumir a responsabilidade e na última bola converteu para fechar o marcador e seguir forte para a reta final da temporada regular da NBA.

O próximo jogo do Minnesota Timberwolves acontece nesta quarta-feira, contra o Sacramento Kings, mais uma vez em casa. Já os Warriors encaram o Los Angeles Clippers, também nesta quarta-feira, em Oakland.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade