1 evento ao vivo

Flamengo apresenta reforços gringos no basquete e critica postura da CBB

12 ago 2013
20h04

Pensando em manter vivo o sonho de mais um título na próxima edição do NBB, o Flamengo apresentou nesta segunda-feira, na sede do clube, na Gávea, duas de suas grandes apostas para a temporada, ambas vindas do exterior. São elas o pivô americano Jerome Meyinsse e o armador argentino Nicolás Laprovittola.

Apesar do clima de expectativa que marcou o evento, não faltaram críticas por parte do diretor de esportes olímpicos do clube, Alexandre Povoa, em relação à postura da Confederação Brasileira de Basquete (CBB). A entidade não liberou os atletas e membros da comissão técnica rubro-negra que servem à Seleção Brasileira.

São os casos de Cristiano Felício, Marquinhos e Vitor Benite, também convocados, além do técnico José Neto e do preparador físico Diego Falcão. A Seleção está concentrada em São Paulo, em preparação para a disputa da Copa América, no fim do mês.

- Hoje era para a gente apresentar o elenco inteiro. Não pudemos fazer isso porque, infelizmente, a CBB não liberou os jogadores. Nós temos cinco componentes do Flamengo na seleção brasileira: três atletas, e o Neto e o Diego Falcao, todos com salários pagos pelo Flamengo. Salários que a CBB, como toda seleção, não contribui com nada em relação a pagamento. A gente contatou a CBB várias vezes dizendo ‘escolhe o dia, escolhe a hora, traz aqui o jogador umas três, quatro horas, só pra apresentar, é importante pro basquete brasileiro’. - disparou o dirigente, que afirmou que a equipe de Bauru passou pelo mesmo problema, por conta da não apresentação de Larry Taylor.

Apesar de já ter sido oficializado como novo reforço, Felício ainda precisa ser liberado pelo Minas Tênis Clube. Isso porque o clube mineiro tem um contrato de formador com o atleta, que vai assinar um vínculo profissional pela primeira vez na carreira. Os dirigentes de Belo Horizonte ainda esperam um ressarcimento, mas o Fla afirma que as conversas já estão avançadas.

Apesar da ausência de membros do time, não faltou otimismo porparte de quem estava à disposição para falar com a imprensa. Laprovittola mostrou-se à vontade no novo ambiente e estabeleceu a meta da temporada no novo clube.

- Com esse plantel, a expectativa é de ser campeão. Em um clube como o Flamengo, o objetivo é ganhar sempre. Temos que encarar as partidas com essa mentalidade e energia. É isso o que Fla merece - declarou o argentino.

Já Meyinsse lembrou das dificuldades enfrentadas por ele quando teve de encarar o Rubro-Negro do outro lado da quadra.

- Joguei contra o Flamengo no ano passado e foi muito difícil. Ganharam do meu ex-time (Regatas Corrientes) por um ponto e vi que eram jogadores muito bons. Jogaram muito duro, o que me fez querer vir para cá e fazer o mesmo. Quero ajudar a trazer títulos este ano. Essa é a minha expectativa - disse o pivô.

Fonte: Lancepress! Lancepress!

compartilhe

publicidade
publicidade