0

Ex-sargento que aprendeu a jogar na guerra se prepara para estreia na NBA

18 out 2012
10h39
atualizado às 10h51

Estrear na NBA, principal liga de basquete do mundo, não é tarefa fácil para qualquer novato, ainda mais contra o poderoso Los Angeles Lakers, de astros como Kobe Bryant e Dwight Howard, mas com certeza este não será o maior desafio da vida de Bernard James, 27 anos, que deve fazer sua primeira partida pelo Dallas Mavericks contra o poderoso rival no dia 30 de outubro. Ex-sargento da Força Aérea Americana, o pivô descobriu como é estar no meio de uma guerra antes mesmo de aprender a jogar basquete.

James entrou dez anos atrás no exército americano, cumprindo seis anos de serviço em lugares como Afeganistão, Catar e Iraque. No último, o soldado era responsável pela segurança de 20 mil prisioneiros em uma prisão, muitos deles suspeitos de terrorismo, sendo que sobreviveu por pouco a um ataque que chegou a matar seis pessoas. A vocação para o basquete só seria descoberta durante o cumprimento do dever, sendo chamado para compor o time do exército por causa de seu porte físico.

Bernard então descobriu que era capaz de segurar algo além de uma arma na mão, sendo integrado a um torneio com as maiores estrelas do basquete militar em 2005. Para o agora pivô, a bola laranja ainda não era uma carreira viável, mas uma excelente oportunidade de conquistar um diploma, ganhando uma bolsa para a universidade de Florida State.

Após dois anos incríveis no basquete universitário, o pivô chamou a atenção da elite do basquete mundial. Ele foi escolhido na 33ª rodada do draft para a atual temporada da NBA pelo Cleveland Cavaliers, sendo posteriormente transferido para os Mavericks, se tornando o mais velho jogador a ser escolhido nos últimos 20 anos.

James tem completa noção sobre suas virtudes e defeitos. Forte e dedicado, o pivô sabe que não vai brilhar na criação de jogadas, mas sim com muita intensidade na defesa. Além disso, o atleta acredita que precisa ganhar alguns quilos para poder aguentar a intensidade física da NBA.

Apesar disso, Bernard defende que tem virtudes que podem diferenciá-lo dos outros calouros, começando com sua experiência de vida. Enquanto a maioria de seus jovens rivais só pensam em basquete desde criança, James acredita que tem uma visão mais ampla da vida, sabendo apreciar todos os dias como únicos e não se preocupando tanto em ser uma estrela ou em ganhar milhões. Além disso, ressalta que a experiência militar faz ele ter mais disciplina em quadra. Se a nova missão do sargento dará certo começará a ser descoberta no final de outubro, em Los Angeles.

Ex-sargento do exército americano, Bernard James agora tem a missão de brilhar na NBA
Ex-sargento do exército americano, Bernard James agora tem a missão de brilhar na NBA
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade