7 eventos ao vivo
NBA

LeBron é má pessoa e mal assessorado, diz dono do Cavaliers

9 jul 2010
02h52
atualizado às 03h12

O proprietário do Cleveland Cavaliers, Dan Gilbert, surpreendeu ao reagir à saída de LeBron James, que acertou com o Miami Heat, criticando a ética da estrela e dizendo que ele foi o responsável pela eliminação da equipe nas semifinais da Conferência Leste da última temporada da NBA contra o Boston Celtics.

Em carta aberta aos torcedores, publicada no site da franquia, o dirigente "amaldiçoou" LeBron, dizendo que ele nunca vai conseguir um título enquanto não se reconciliar com a população de Cleveland. O jogador disse que acertou com o Heat para poder, enfim, levar o troféu da Liga.

Gilbert afirmou que LeBron já tinha "abandonado" o Cavaliers nas semifinais do Leste na última temporada, e foi o responsável pela eliminação, quando o time era o grande favorito e perdeu para o Boston Celtics.

O proprietário da franquia questionou também a postura do jogador na eliminação na temporada anterior, contra o Orlando Magic, e insinuou que ele é uma má pessoa, e, ainda por cima, mal assessorado.

Mostrando que realmente ficou magoado, Gilbert disse ainda que o jogador não é "uma figura autêntica", pois teve que se juntar a outras duas estrelas (Dwyane Wade e Chris Bosh) para conseguir um título que não conseguiu pelo Cavaliers.

"Tenho que dizer que me sinto pessoalmente humilhado por James. Por um longo tempo encobrimos o tipo de pessoa que é, mas esta noite ele mostrou", afirmou o dirigente, entre outras críticas.

Em letras maiúsculas, escreveu: "garanto que o Cleveland Cavaliers ganhará um campeonato da NBA antes que o auto-proclamado "rei" (LeBron) consiga um".

LeBron James deixou o Cavaliers depois de sete temporadas, sem conquistar nenhum título
LeBron James deixou o Cavaliers depois de sete temporadas, sem conquistar nenhum título
Foto: Reuters
EFE   
publicidade