0
NBA

Magic Johnson completa 20 anos com AIDS: "quero viver muito tempo"

8 nov 2011
08h54
atualizado às 09h07

Após 20 anos do anúncio de que havia contraído AIDS e que abandonaria o basquete, um dos principais atletas do esporte americano, "Magic" Johnson, recebeu uma bela homenagem no Staples Center, em Los Angeles, por parte da família e amigos. Estiveram presentes o ex-treinador, Pat Riley, o dono do Los Angeles Lakers, Jerry Buss, e os ex-companheiros James Worthty e Michael Cooper.

Durante a cerimônia de homenagem, Johnson reconheceu que não se arrepende da decisão de ter abandonado as quadras. No entanto, o ex-atleta disse que, atualmente, com todas as informações que se têm, provavelmente não teria a mesma atitude.

"Foi a decisão correta naquele momento. Se soubesse o que sei atualmente, talvez não tivesse me aposentado", afirmou o ídolo do basquete americano, que ainda completou. "Sou uma pessoa sem arrependimentos por minhas decisões, não olho para trás".

Além disso, Johnson disse que apesar da AIDS está muito feliz e que ainda deseja viver por muito tempo. "Estou feliz e quero viver por muito tempo. Tomamos a decisão certa no momento adequado", disse o ex-jogador do Los Angeles Lakers.

Por último, "Magic" entregou um cheque de U$S 1 milhão (cerca de R$ 1,74 milhões) para a investigação e luta contra a doença. Aos 52 anos, ele é um exemplo de que seguindo as ordens médicas e praticando exercícios é possível lutar contra a doença.

O ex-atleta toma 15 comprimidos diários, e cumpre rigorosamente sua rotina de exercícios, acordando às 5h todos os dias.

'Magic' Jhonson entregou um cheque de R$ 1,7 milhões para a luta contra a AIDS
'Magic' Jhonson entregou um cheque de R$ 1,7 milhões para a luta contra a AIDS
Foto: Getty Images
Terra

compartilhe

publicidade
publicidade