1 evento ao vivo
NBA

NBA anuncia teto salarial de R$ 100 milhões

7 jul 2010
23h33
atualizado às 23h46

Os diretores das equipes da NBA receberam uma boa notícia por parte da liga: o teto salarial para a próxima temporada será de US$ 58 milhões (aproximadamente R$ 100 milhões), US$ 2 milhões a mais do que o valor que tinha sido antecipado.

O anúncio é comemorado por várias equipes, que poderão oferecer mais dinheiro aos jogadores no mercado de agentes livres para reforçarem seus elencos.

O número exato, divulgado nesta quarta-feira, é de US$ 58.044.000, superior aos US$ 57,7 milhões da temporada de 2009-10.

O novo teto salarial permitirá que equipes como Miami Heat, New York Knicks, New Jersey Nets, Chicago Bulls e Los Angeles Clippers possam ter mais dinheiro disponível para fechar os contratos.

O Heat já confirmou que o ala-armador Dwyane Wade segue no elenco, enquanto o ala Chris Bosh, que deixa o Toronto Raptors foi contratado. A franquia de Miami ainda tenta a contratação da estrela LeBron James, que até a última temporada jogou pelo Cleveland Cavaliers.

LeBron é o principal alvo do mercado. Além do Heat, Knicks, Nets e Bulls tentam seduzir o jogador. O time de Chicago já garantiu um reforço, o ala Carlos Boozer, ex-jogador do Utah Jazz, que assinou por cinco temporadas e vai receber um valor entre US$ 75 milhões e US$ 80 milhões.

O teto salarial entra em vigor a partir do primeiro minuto da madrugada de quinta-feira, para concluir a moratória que impedia as equipes de fecharem os contratos estipulados com os agentes livres.

Lakers são os atuais campeões da NBA
Lakers são os atuais campeões da NBA
Foto: AFP
EFE   
publicidade