7 eventos ao vivo
NBB

Pinheiros vence e quebra sequência de 16 vitórias do Brasília

28 mar 2013
21h11
atualizado às 22h59
  • separator
  • 0
  • comentários

Após 16 vitórias consecutivas no Novo Basquete Brasil (NBB), o Uniceub/BRB/Brasília voltou a perder na competição. Na noite desta quinta-feira, o time da capital federal foi até São Paulo (SP) enfrentar o Pinheiros, no ginásio poliesportivo Henrique Villaboim, e foi superado pelo placar de 92 a 89, depois que o ala/pivô Rafael Mineiro acertou uma bola de três, no estouro do cronômetro.

<p>Pinheiros&nbsp;segue na briga por uma vaga no G-4</p>
Pinheiros segue na briga por uma vaga no G-4
Foto: Ivan Padovani/ LBF / Divulgação

Apesar do resultado negativo, a equipe brasiliense se mantém na vice-liderança do torneio, com campanha de 25 vitórias em 30 partidas disputadas, desempenho somente inferior do ao Flamengo, líder isolado do NBB. Já o Pinheiros tem agora 20 vitórias em 30 jogos e segue na briga por uma vaga no G-4, que garante vaga direta às quartas de final.

O grande destaque da partida foi o norte-americano Joe Smith, do Pinheiros, que saiu de quadra com 26 pontos e cinco assistências. Ainda do lado da equipe paulistana, o herói da vitória, Rafael Mineiro, contribuiu com mais 20 pontos e sete rebotes e Shamell, também dos Estados Unidos, fez mais 16 pontos.

Pelo Brasília, os jogadores mais produtivos no confronto foram Guilherme Giovannoni, que fechou com 21 pontos, quatro rebotes e seis assistências, Ronald, responsável por 18 pontos, e Alex Garcia e Arthur, cada um encerrando o jogo com 16 pontos.

No primeiro quarto, o duelo foi bastante equilibrado, mas conseguindo ter um desempenho melhor na reta final do período, o Brasília venceu a parcial por 20 a 18. Depois de perder o quarto inicial, os donos da casa novamente começaram mal o segundo período e chegaram a deixar o time visitante abrir oito pontos de folga, porém ainda deu tempo para o Pinheiros acordar na partida e, crescendo bastante de produção, sobretudo nas bolas de três pontos, o Pinheiros virou o placar e ainda foi para os vestiários vencendo por 50 a 40.

Na volta do intervalo, com dez pontos de folga no placar, o Pinheiros manteve a tranquilidade e soube administrar a vantagem construída. O Brasília errava e permitia que a equipe mandante jogasse com calma. Assim, com o placar do período terminando empatado em 26 a 26, o Pinheiros foi para o último período com os mesmos dez pontos de diferença a seu favor: 76 a 66.

Logo no início do quarto final, o Brasília perdeu o armador Nezinho, que cometeu sua quinta falta e foi ejetado do jogo e, assim, a tarefa de virar a partida se tornou ainda mais ingrata. Apesar do desfalque, a equipe da capital federal pressionou mais na marcação, melhorou sua produção ofensiva e foi capaz de diminuir a desvantagem para apenas quatro pontos (80 a 76). O bom momento do Brasília continuou e o time visitante voltou a assumir a ponta do placar que, com menos de três minutos para o final do jogo, marcava 82 a 80 a favor dos brasilienses.

Os instantes finais do duelo foram emocionantes e, com boas apresentações de ambas as equipes, o duelo chegou aos segundos finais com empate de 89 a 89. Foi então que Rafael Mineiro apareceu, após assistência de Joe Smith, e acertou uma milagrosa bola de três, no estouro do cronômetro, que garantiu o triunfo do Pinheiros.

O próximo compromisso do Brasília no NBB será disputado no sábado, às 16h (de Brasília), quando a equipe comandada pelo técnico José Carlos Vidal enfrenta o São José, fora de casa. No mesmo dia, às 18h, o Pinheiros mede forças com a Liga Sorocabana de Basquete, também longe de sua torcida.

Uberlândia supera Mogi das Cruzes

Também na noite desta quinta, o Uberlândia recebeu o Mogi das Cruzes, no ginásio Homero Santos, em Uberlândia (MG), e derrotou a equipe paulista pelo placar de 75 a 68.

Com o resultado positivo, o time mineiro segue no grupo dos quatro melhores colocados do NBB. Já o Mogi das Cruzes segue fora da zona de classificação para os playoffs.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade