7 eventos ao vivo

"Paul não pediu para ser negociado", diz dirigente dos Hornets

26 jul 2010
21h13
atualizado às 23h20

Depois de declarar publicamente que queria trocar de equipe na atual janela de transferências da NBA, o armador Chris Paul, do New Orleans Hornets, afirmou que agora deverá ficar no time e nem mesmo pediu mais para ser colocado no mercado, de acordo com o gerente geral da equipe, Dell Demps.

Chris Paul decidiu permanecer em Nova Orleans por conta da mudança de planejamento que a franquia irá sofrer
Chris Paul decidiu permanecer em Nova Orleans por conta da mudança de planejamento que a franquia irá sofrer
Foto: AP

Paul decidiu permanecer em Nova Orleans por conta da mudança de planejamento que a franquia irá sofrer com a chegada de um novo técnico para o início da temporada. Nesta segunda-feira, o novo treinador Monty Williams, Demps, Paul e mais dirigentes se reuniram para discutir as aspirações da equipe na temporada 2010/2011.

De acordo com Demps, em nenhum momento do encontro o armador campeão olímpico em Pequim-2008 tocou no assunto "transferência", o que indicou que ele irá permanecer nos Hornets, ao menos por enquanto. Em seguida, o gerente geral apresentou-se para uma entrevista coletiva sem Paul, mas mostrou um comunicado do jogador, que garante a continuidade na equipe.

"Eu expressei minha vontade de vencer e gostei do novo rumo que o time vem buscando tomar. Eu fui um Hornet durante toda a minha carreira e espero representar a cidade de Nova Orleans e o estado de Louisiana por muitos anos mais", afirmou o jogador.

Poucos dias antes do anúncio, Paul demitiu o seu empresário, Leon Rose. O agente também cuida da carreira do superastro LeBron James, que transferiu-se para o Miami Heat. Em contrapartida, o armador dos Hornets passou a ser representado pela agência de marketing de LeBron.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade