5 eventos ao vivo

Pinheiros estraga noite do Flamengo no NBB

1 abr 2013
21h34

O Flamengo desperdiçou na noite desta segunda-feira a chance de assegurar a liderança da fase de classificação do NBB com três rodadas de antecipação. Em São Paulo, o time carioca foi derrotado pelo Pinheiros por 93 a 91. Na metade do último quarto, o time rubro-negro chegou a abrir 12 pontos : 81 a 69.

Os dois pontos decisivos do Pinheiros foram anotados por Shamell, a dois segundos do fim. O ala foi o segundo principal cestinha do time paulista, com 16 pontos.

No lado Rubro-Negro, o destaque foi o ala Duda Machado, que terminou com 36 pontos, sendo 24 deles em arremesso de três.

Na quinta-feira, o Fla terá mais uma chance de assegurar o mando de quadra nos playoffs, incluindo a decisão em partida única. Em São Paulo, às 20h, pega o Paulistano precisando apenas da vitória.

Quinto colocado, o Pinheiros enfrenta o Uberlândia, fora.

O JOGO

O início do Flamengo foi muito ruim. A equipe passou os três primeiros minutos sem pontuar e sofria para defender. Como resultado disso, o Pinheiros conseguiu abrir 12 a 3 no marcador. Apesar da desvantagem, o técnico flamenguista José Neto não pediu tempo. Aos poucos, seu time foi se acertando e encostando no placar. Com uma cesta de Olivinha a quatro segundos do fim do quarto inicial, o Rubro-Negro conseguiu a virada: 19 a 17.

No segundo período, o ritmo se manteve, com as duas equipes pontuando e o placar equilibrado. Em cesta de três der Paulinho Boracini, a 5m41 do fim do quarto, o time paulista voltou a ficar na frente: 30 a 29. A partir daí, o Pinheiros parou. Foi o suficiente para o Flamengo assumir o controle da partida. Sem encontrar resistência abriu 39 a 30, apoiando-se no trio Duda/Caio Torres/Olivinha. Isto foi o bastante para o técnico pinheirense Cláudio Mortari parar o jogo duas vezes.

As paralisações não surtiram muito feito. O time paulista só voltou a pontuar em um arremesso de três do paraguaio Araujo a 39 segundos do fim. No total, foram mais de cinco minutos sem mexer no placar. Apesar desta oscilação do rival, o Fla foi ao intervalo vencendo por apenas quatro: 39 a 35.

O início do terceiro quarto foi para o Flamengo. Com uma defesa forte e o armador Kojo inspirado, o Rubro-Negro fez rapidamente 50 a 41. Duas bolas de três consecutiva (uma de Mineiro e uma de Márcio) devolveram o Pinheiros ao jogo. Ao ver a vantagem cair para apenas três pontos (52 a 49), o técnico José Neto paralisou a partida.

Daí em diante só deu Duda. Em uma noite iluminada, o ala fez incríveis 13 pontos consecutivos. sendo quatro arremessos de três consecutivos, mais um lance livre de bonificação após o último chute. Com a sequência do jogador, o Fla abriu 67 a 56 e abalou o rival. O Rubro-Negro entrou no período decisivo vencendo por 69 a 61.

Até a metade do último quarto, o time carioca seguiu dominante e abriu 81 a 69. Duas bolas de três, de Shamell e Pualinho Boracini, devolveram o Pinheiros à partida. Na sequência, Rafael Mineiro sofreu falta, converteu dois lances livres e deixou o jogo bem parelho. A 3m56 do fim, o Fla vencia por apenas 4: 81 a 77.

Uma bola de três de Joe Smith cortou a diferença para apenas um. Na sequência, o americano acertou outro tiro de longe e pôs o Pinheiros em vantagem: 83 a 81. A virada deu moral ao time paulistano. que a 37 segundos do fim tinha vantagem de 87 a 84. Uma infiltração certeira de Shamell deixou o placar em 89 a 84. Na sequência, ao tentar arremesso de três, Duda sofreu falta. Ele converteu os três lances livres a 20 segundos do fim: 89 a 87.

No ataque pinheirense, Shamell sofreu falta e converteu apenas um dos lances livres. Na sequência, Duda converteu seus dois lances livres. A 14 segundos do fim, o Pinheiros tinha 90 a 89 no placar. Shamell sofreu nova falta e errou um dos dois lances lives mais uma vez. Duda foi também para a linha de lance livre, converteu os dois e deixou o placar em 91 a 91 a 7s8 do fim. No último lance de ataque do Pinheiros, Shamell infiltrou e fez linda bandeja, decretando o resultado final: 93 a 91. Kpojo ainda tentou um arremesso de seu garrafão, mas errou.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
publicidade