2 eventos ao vivo

Sem sustos, Brasil vence rival de estreia na Olimpíada

22 jul 2012
16h18
atualizado às 19h16

A Seleção Brasileira masculina de basquete venceu o último jogo antes da chegada a Londres para a disputa da Olimpíada. Na noite deste domingo, em Estrasburgo, na França, a equipe nacional bateu a Austrália por 87 a 61.

» Brigas e dramas: relembre grandes momentos olímpicos
» Saiba todos os detalhes dos atletas brasileiros que estarão em Londres
» Escolha a atleta mais bela dos Jogos Olímpicos de Londres 2012

No próximo domingo, as equipes voltam a se encontrar. Desta vez o duelo valerá muito, já que será a estreia de ambas equipes nos Jogos Olímpicos.

O sétimo triunfo em dez amistosos preparatórios serviu para reabilitar o time de dois tropeços consecutivos, contra Estados Unidos e França. O cestinha da Seleção foi Tiago Splitter, com 17 pontos. Outros três atletas passaram dos dez pontos: Nenê (12), Marquinhos (12) e Alex (11).

Nesta segunda, a Seleção chega a Londres, onde ainda fará mais um jogo antes da Olimpíada. No dia 26 enfrenta a Tunísia, com portões fechados.

A única preocupação é com a situação da mão de Leandrinho. O jogador atuou por apenas dois minutos e 33 segundos e teve de deixar a quadra por causa de dores no dedo. No período em que atuou, fez seis pontos.

Antes da partida, foi respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao jovem David Meira, de Brasília, que morreu na madrugada de domingo após não resistir às lesões causadas pela queda da tabela de basquete em um treino da equipe juvenil do Distrito Federal.

Os três primeiro minutos do Brasil foram bons em termos defensivos, não permitindo a Austrália anotar pontos. No ataque, porém, o time não se encontrava e fez apenas quatro pontos neste tempo. Contra a defesa por zona imposta pelos rivais, a Seleção tinha dificuldades para fazer o jogo fluir.

A defesa também falhava e com isso a Austrália passou a frente, em uma enterrada de Aron Baynes, que deixou a partida em 14 a 12. Daí até o fim do quarto, os australianos seguiram no controle e fecharam a parcial em 19 a 17.

Na volta para o segundo quarto, Leandrinho entrou disposto a mostrar serviço. Rapidamente, o ala-armador fez seis pontos e o Brasil abriu 23 a 19. Em um outro contra-ataque, ele deu um passe para Nenê fazer mais dois pontos e deixar o marcador em 25 a 19, obrigando os australianos a pararem o jogo. Com dores no dedo da mão direita, Leandrinho ficou no banco recebendo atendimento.

Com Rauzlinho em quadra no lugar de Marcelinho Huertas, o Brasil seguiu com bom ritmo e sempre controlou o marcador. Apesar de permitir uma reação da Austrália quando vencia por 36 a 28, consgeuiu manter a vantagem e ir para o intervalo vencendo por 44 a 36.

A Austrália abriu o terceiro quarto impondo uma sequência de 5 a 0 e diminuindo a vanatgem brasileira para três (44 a 41). Mas foi um susto e com sete pontos em série, sendo os dois últimos em lances livres de Marquinhos, o Brasil levou a vantagem para dez (51 a 41).

Esta diferença em nenhum momento esteve ameaçada, graças aos bons momentos de Tiago Splitter, que fechou o quarto com 15 pontos. A tranquilidade no placar permitiu a Rubén Magnano testar uma formação com Raulzinho e Larry na armação e uma outra com Splitter e Nenê de pivôs.

Os três últmos pontos do Brasil no período saíram em arremesso de três de Marcelinho. Com dez pontos de vantagem no início do quarto decisivo, o Brasil não deu o vacilo que havia dado contra a França no sábado e assegurou o triunfo.

Olimpíada ao vivo no Terra
O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ao vivo e em alta definição (HD) todas as modalidades dos Jogos Olímpicos de Londres, de 25 de julho e 12 de agosto de 2012. Com reportagens especiais e acompanhamento do dia a dia dos atletas, a cobertura conta com textos, vídeos, fotos, debates, participação do internauta e repercussão nas redes sociais.



LeBron James tenta passar pela marcação de Alex no amistoso entre o Brasil e a poderosa seleção norte-americana de basquete, que faz parte da preparação de ambos os times para a Olimpíada de Londres. As equipes se enfrentaram em Washington DC, no Verizon Center, ginásio que os Wizards utilizam na NBA
LeBron James tenta passar pela marcação de Alex no amistoso entre o Brasil e a poderosa seleção norte-americana de basquete, que faz parte da preparação de ambos os times para a Olimpíada de Londres. As equipes se enfrentaram em Washington DC, no Verizon Center, ginásio que os Wizards utilizam na NBA
Foto: Getty
Fonte: Lancepress!
publicidade