0

Spurs atropelam novamente o Heat e ficam perto de título da NBA

13 jun 2014
03h00
atualizado às 06h13

Jogando no estado norte-americano da Flórida, o San Antonio Spurs atropelou o Miami Heat nesta quinta-feira e venceu o quarto jogo da série das finais da NBA por 107 a 86. A franquia do Texas lidera por 3 a 1 e precisa apenas de mais uma vitória para garantir o título da liga norte-americana de basquete.

A próxima partida, que pode decidir o título da NBA, será no domingo, no AT&T Center, casa do San Antonio Spurs, que pode ser campeão jogando ao lado de sua torcida.

Apesar da derrota do Miami Heat, LeBron James foi o cestinha da partida com 28 pontos. Do lado vencedor, Kawhi Leonard anotou 20 pontos e Boris Diaw liderou nas assistências, com 9. O brasileiro Tiago Splitter atuou por cerca de 15 minutos e fez 6 pontos, deu dois passes que terminaram em anotação, pegou um rebote e roubou uma bola.

O jogo também marcou dois recordes históricos de Tim Duncan. O ala-pivô dos Spurs superou Kareem Abdul-Jabbar como o atleta com mais minutos jogados na pós-temporada. No último quarto, o jogador derrubou a marca de Magic Johnson de double-double em partidas de play-offs, alcançando o número de 158.

No primeiro quarto, os Spurs conseguiram impor seu jogo sobre a equipe da casa. Com boas participações de Green, Parker e Leonard, a franquia do Texas abriu nove pontos de diferença ao final do cronômetro.

Aplicado defensivamente, os Spurs novamente atropelaram o Heat, que parecia perdido no segundo quarto. Contando com as assistências de Diaw e com as cestas de Parker, os texanos ampliaram em 19 pontos a sua vantagem.

Menos avassalador, o time de San Antonio manteve melhor ritmo que seu rival da Flórida. A equipe do técnico Greg Popovich continuou folgado na liderança do placar do terceiro quarto, com 24 pontos à frente.

Na última etapa, os Spurs diminuíram o ritmo, mas mesmo assim continuaram mantendo a longa diferença no placar, dando descanso ao seus titulares. No meio do quarto, parte da torcida do Heat abandonou a AmericanAirlines Arena.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade