0

Bellucci abre confronto com os EUA na Davis contra Querrey

31 jan 2013
16h51
atualizado às 19h23

A ordem dos jogos do confronto entre Brasil e Estados Unidos, pelo Grupo Mundial da Copa Davis, em Jacksonville, foi definida na tarde desta quinta-feira. Às 17 horas (de Brasília) de sexta, Thomaz Bellucci encara Sam Querrey e, na sequência, John Isner duela com Thiago Alves.

"O primeiro ponto é fundamental. Tomara que eu consiga fazer um bom jogo e deixar o Brasil na frente. Começar em vantagem é importante para que o Thiago possa entrar mais tranquilo para a segunda partida. Independentemente disso, a equipe está muito bem treinada e tem condição de marcar três pontos", disse Bellucci, otimista.

No sábado, os irmãos gêmeos Mike e Bob Bryan duelam com os brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares no confronto de duplas. Já no domingo, último dia do confronto, Thomaz Bellucci pega o gigante John Isner e Thiago Alves encerra a série diante de Sam Querrey.

Com uma lesão no joelho direito, Isner desistiu do Aberto da Austrália e disputou apenas uma partida na temporada de 2013, já que perdeu na estreia do ATP 250 de Sydney. Recuperado, ele está confirmado na equipe capitaneada por Jim Courier, ex-número 1 do mundo.

"Não é fácil voltar de lesão. Faz quase um mês que o Isner não joga um torneio oficial e pode sentir o cansaço. É importante o Thiago jogar bem no primeiro dia para que ele chegue desgastado no domingo. O Thiago tem condições. Está jogando bem e é muito perigoso no piso rápido. Vamos usar isso a nosso favor", afirmou Bellucci.Donos do recorde de 32 títulos na Copa Davis, incluindo a primeira edição, disputada em 1900, os Estados Unidos são franco favoritos no confronto com o Brasil. Os norte-americanos escolheram uma quadra rápida coberta para o duelo diante da equipe capitaneada por João Zwetsch.

O encontro com os Estados Unidos marca o retorno do Brasil à elite da Copa Davis após seis derrotas consecutivas nos playoffs da competição. O País estava afastado do Grupo Mundial desde a temporada de 2003, quando ainda contava com o astro Gustavo Kuerten.

Os Estados Unidos levam vantagem no retrospecto contra o Brasil na Davis, uma vez que venceram três das quatro séries. No duelo mais recente, disputado na cidade de Ribeirão Preto em 1997, o atual capitão Jim Courier participou em quadra do triunfo por 4 a 1. Na única vitória brasileira, Thomaz Koch e José Edison Mandarino ganharam por 3 a 2, em Porto Alegre, no ano de 1966.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade