inclusão de arquivo javascript

LEBRON JAMES, MELHOR JOGADOR DE BASQUETE DO PLANETA, SOFRE COMO ROGÉRIO CENI E NEYMAR | Blog do Sormani
LEBRON JAMES, MELHOR JOGADOR DE BASQUETE DO PLANETA, SOFRE COMO ROGÉRIO CENI E NEYMAR | Blog do Sormani

Blog do Sormani

LEBRON JAMES, MELHOR JOGADOR DE BASQUETE DO PLANETA, SOFRE COMO ROGÉRIO CENI E NEYMAR

0 Comentário

LeBron James voltou a provar ontem à noite que é o melhor jogador de basquete do planeta na atualidade. Só não vê isso: 1) quem não conhece bem a modalidade; 2) quem não gosta de LBJ principalmente porque ele deixou o Cleveland e se juntou a Chris Bosh e Dwyane Wade no Miami atrás de títulos.

Ontem à noite, dizia eu, LBJ deu um show em Houston. Vinha de uma atuação discreta no primeiro tempo, quando marcou seis pontos apenas. Mas chegou o segundo e o Miami, que liderava a partida desde o início, foi atropelado pelo adversário e viu-se atrás em oito pontos várias vezes.

Perto do final, sempre liderado por LeBron, o Miami começou a reagir. Foi dele a cesta que fez o time do sul da Flórida retomar a liderança em 111-110 a 18 segundos do final. A posse de bola era dos texanos, mas um arremesso de três, livre, de Jeremy Lin deu “air ball”. D-Wade pegou o rebote, sofreu falta, errou os dois lances livres, mas CB1 pegou o ressalto do segundo lance equivocado. Bateu seus dois e colocou o Miami na frente em 113-110. James Harden, que foi muito bem marcado pela zaga do Miami (6-17 nos arremessos), errou o tiro final de três, que tinha como meta empatar e levar a partida para a prorrogação; falhou.

LeBron James sofre do mesmo mal que Rogério Ceni e Neymar Jr — este em menor proporção, pois é ídolo das crianças e adolescentes. Assim como Ceni e Neymar, LeBron é odiado por uma camada considerável de fãs de basquete, especialmente da NBA. Por conta disso, essa parcela dá o cetro e a coroa para 1) Kobe Bryant; 2) Kevin Durant.

Ceni e Neymar, aqui no Brasil, são vítima desse ódio por parte de torcedores que ficam cegos por conta do fanatismo.

Rogério é, ainda hoje, o melhor goleiro do Brasil. Se não for o melhor, está entre os três melhores, pronto. Mas não, esses obstinados não conseguem ver isso e minimizam a atuação do Mito dizendo que ele é bom apenas com a bola nos pés, funcionando bem somente na função de líbero ou cobrando faltas e pênaltis.

Neymar, em menor escala, como disse, também é vítima do ódio das pessoas, que, cegas, não conseguem ver que a joia santista mudou seu comportamento em campo. Ainda o veem (porque são fanáticos) apenas como um cai-cai. E, pior do que isso, não conseguem ver o lado humilde do jogador. Confundem seu jeito de vestir, próprio daqueles que têm 20 anos, com máscara. Já cheguei a ouvir que Neymar não respeita ninguém, só por causa do superado episódio e há dois anos com o técnico Dorival Jr.

Com LeBron James é a mesma coisa. Por conta desse ódio que cega, essas pessoas não conseguem ver o óbvio: LBJ é mesmo o melhor jogador de basquete do mundo. Domina todos os fundamentos do jogo e é o único (repito, único) atleta do planeta que consegue jogar em todas as posições. Quando digo jogar, digo desempenhar com brilhantismo sua função em qualquer uma das cinco posições do basquete.

Além disso, LBJ é excelente marcador. A ele é dada a incumbência de vigiar o melhor jogador do adversário no final dos jogos, quando tudo está ainda por ser decidido.

King James (ótimo apelido), além de excelente marcador, é uma máquina de fazer pontos, especialmente nas partidas de grande porte. Ontem, por exemplo, o Miami precisava vencer, pois havia sido atropelado pelo Memphis no domingo (104-86).

Joga em todas as posições, defende, pontua… quer mais? Sim, tem mais. Pega rebotes como pivôs e dá assistência como armadores.

E por falar nisso, quando o jogo aperta, a bola sempre está em suas mãos e o armador de ofício (normalmente bons arremessadores) fica como opção para receber o passe e arremessar ou apenas cumprir a função de desviar a atenção da zaga adversária para que LeBron defina a partida.

Na vitória de ontem diante do Houston, no Texas, ele anotou 38 pontos (5-8 nas bolas de três), pegou dez rebotes e deu seis assistências.

Assim é LeBron James. Melhor jogador de basquete do planeta. Uma fortaleza física, quase que impossível de ser contido por conta de sua força descomunal, fruto de seus 2,03m e 113,4 quilos.

Quando ele chegou ao Miami, muitos diziam (inclusive eu) que lá ele não teria o controle do time como tinha em Cleveland. Que o Heat era o time de Dwyane Wade.

O tempo passou e mostrou-nos que estávamos todos equivocados. O Miami é o time de LeBron James. Dwyane já admitiu isso e sabe que seu papel é preponderante no time e na franquia, mas que a grande estrela atende pelo nome de LeBron James.

Só não vê quem não conhece bem a modalidade ou odeia o jogador.
 

Fábio Sormani Fábio Sormani

Fábio Sormani

Fábio Sormani trabalhou na Placar, Folha de S.Paulo, TVs Record, Bandeirantes, ESPN Brasil, SporTV, BandSports, e rádios Bandeirantes e Jovem Pan. Atualmente trabalha para a Fox Sports Brasil.



compartilhe e assine o blog




Sorry, your browser does not handle frames!<a href="http://www.terra.com.br/"> terra </a>

 
 
Leia também X FUTEBOL NOS EUA? SÓ PRA BOI DORMIR