inclusão de arquivo javascript

ARROGANTE, MIAMI QUASE PERDE PARA O PEQUENO CLEVELAND. FRÁGIL, CHICAGO É TRUCIDADO PELO GIGANTE OKC | Blog do Sormani
ARROGANTE, MIAMI QUASE PERDE PARA O PEQUENO CLEVELAND. FRÁGIL, CHICAGO É TRUCIDADO PELO GIGANTE OKC | Blog do Sormani

Blog do Sormani

ARROGANTE, MIAMI QUASE PERDE PARA O PEQUENO CLEVELAND. FRÁGIL, CHICAGO É TRUCIDADO PELO GIGANTE OKC

0 Comentário

O Miami foi um time arrogante ontem diante do Cleveland. Achou que poderia vencer quando bem entendesse e por isso foi surpreendido e por pouco não perdeu a partida dentro de casa para um adversário reconhecidamente muito inferior.

Em dois momentos do jogo o Heat chegou a abrir mais de 20 pontos de vantagem. A primeira vez no segundo quarto. A segunda, no final do terceiro, vantagem esta que chegou a ser sustentada no terço inicial do último quarto.

Mas nas duas ocasiões o time do sul da Flórida viu o adversário fazer corridas. Na primeira delas, encostando no marcador. Na segundo, passando sete pontos à frente.

Por pouco o time não foi derrotado.

Só não o foi porque apareceu a genialidade de Dwyane Wade. Ele conduziu o Miami a mais uma vitória importante na sua caminhada rumo ao primeiro lugar geral.

D-Wade marcou 15 de seus 24 pontos nos 12 minutos finais (uma enterrada espetacular a 24,4 segundos do fim, que levou o marcador para 105-101, afastando de vez a zebra).

Placar definitivo: Miami 109-105 Cleveland.

LeBron James: 28 pontos e oito assistências.

Do lado do Cavs há que se destacar o jogo de Dion Waiters. O “rookie” fez uma partida esplendorosa. Anotou 26 pontos, com um ótimo desempenho nos arremessos: 11-17 (64,7%).

ROTINA

Eu já disse, mas não custa repetir: a campanha do Chicago é enganosa. Quando ele pega time fortes, normalmente se dá mal.

Ontem foi trucidado pelo Oklahoma City Thunder, fora de casa, é verdade, por 102-72. Um massacre de 30 pontos. O Bulls não viu a cor da bola.

Seu desempenho contra as equipes do West é o seguinte: 8-13. Diante de equipes com aproveitamento superior a 50%, o recorde é de 11-17.

Construiu sua campanha batendo times medianos e fracos: 21-7.

Ontem foi um desastre ofensivamente falando. Tudo bem que o OKC tem seus méritos. Mas não se esqueçam: o Thunder é a 15ª defesa mais vazada da competição.

E o Chicago não conseguiu tirar proveito disso. Anotou só 72 pontos. Teve um aproveitamento de 29,1% nos chutes (25-86).

E sua defesa, ao contrário do que apregoam, foi igualmente frágil. Viu o adversário fazer 36 de seus 79 arremessos (45,6%).

Russell Westbrook, com 23 pontos (10-17) foi o destaque do OKC e trouxe a reboque Kevin Durant: 19 pontos (6-19).

No lado do Chicago? Melhor não falar nada.

Ou melhor: falo sim. Nate Robinson foi o cestinha do time com 13 pontos. Querem ver seu aproveitamento nos arremessos? Pois não: 2-14 (14,3%).

Ridículo.

Aí a gente se lembra do que disse Reggie Rose, irmão de Derrick. Ele apontou o dedo para Jerry Reinsdorf, dono da franquia, dizendo que ele não reforça o time como deveria. E que isso está influenciando no retorno de D-Rose ao time ainda nesta temporada, o que é pior.

Não há motivo para o armador precipitar a volta. Pra quê? Pra correr risco?

Se houvesse a possibilidade de se conquistar um anel ou chegar ao NBA Finals, faz-se um esforço. Como não há, é melhor mesmo D-Rose se cuidar e pensar na próxima temporada.

E se na próxima temporada tudo continuar na mesma, será legítimo da parte de D-Rose pedir para ser trocado.

Afinal, os grandes contendores querem ser campeões. Derrick entre eles.
 

Fábio Sormani Fábio Sormani

Fábio Sormani

Fábio Sormani trabalhou na Placar, Folha de S.Paulo, TVs Record, Bandeirantes, ESPN Brasil, SporTV, BandSports, e rádios Bandeirantes e Jovem Pan. Atualmente trabalha para a Fox Sports Brasil.



compartilhe e assine o blog




Sorry, your browser does not handle frames!<a href="http://www.terra.com.br/"> terra </a>

 
 
Leia também X EM 2004 LUXEMBURGO PEGOU SANTOS EM 11º LUGAR E FOI CAMPEÃO