inclusão de arquivo javascript

HISTÓRIA MOSTRA: SÃO PAULO É FREGUÊS DO CORINTHIANS, QUE HOJE É MELHOR QUE O SÃO PAULO | Blog do Sormani
HISTÓRIA MOSTRA: SÃO PAULO É FREGUÊS DO CORINTHIANS, QUE HOJE É MELHOR QUE O SÃO PAULO | Blog do Sormani

Blog do Sormani

HISTÓRIA MOSTRA: SÃO PAULO É FREGUÊS DO CORINTHIANS, QUE HOJE É MELHOR QUE O SÃO PAULO

0 Comentário

O Corinthians apresentou seu terceiro uniforme nesta quinta-feira. Ele será muito utilizado nesta temporada, segundo os dirigentes. Nova estratégia do marketing do clube para vender camisas e faturar — e eles estão certos.

Pato e Romarinho serviram de modelos (foto Alê Cabral/Futura Press). Será que Pato está hoje mais para modelo do que para jogador?

Por que Pato não joga?

Mas este é assunto para mais pra frente. O que todos comentam nesta quinta é a vitória de ontem do Corinthians diante do São Paulo, em pleno Morumbi, por 2-1, primeiro jogo da decisão da Recopa Sul-Americana.

Como gostava de dizer Antonio Roque Citadini, ex-diretor de futebol do clube, o Morumbi virou salão de festas do Corinthians. Citadini dizia sempre que ia ao Morumbi que a sigla SPFC não significa São Paulo Futebol Clube, mas sim Salão Para Festas Corintianas — em referência ao estádio.

Coisa de torcedor transfigurado em cartola. Não sei se isso faz bem ao futebol.

Mas este é assunto para outro dia. O que todos comentam nesta quinta é que o São Paulo é freguês do Corinthians.

E é mesmo; a história diz isso.

Segundo as estatísticas, os dois clubes já se enfrentaram em 245 oportunidades. O Corinthians venceu 90, o São Paulo 77 e houve 78 empates. Ou seja: a coluna são-paulina perde até para o empate.

O Corinthians leva vantagem em jogos do Brasileiro (18-19-13), do Paulista (59-51-52), Robertão (4-0-0) e só não vence quando o assunto é o Rio-SP (10-8-6).

Em números de hoje, o Corinthians não perde para o São Paulo, no Morumbi, há dez partidas; ou seja, desde 2007. E em mata-matas, há 13 anos. Dos últimos 20 jogos, só venceu três.

A maior série de vitórias pertence ao Corinthians, que ficou oito jogos ganhando seguidamente, entre 1975 e 1977. A do São Paulo se resume a cinco partidas, entre 1992 e 1993.

Ao longo dessa rica história, houve três tabus neste clássico, com o Corinthians na frente em 2-1.

O primeiro deles aconteceu entre os anos de 1976 e 1980. Naquela ocasião, o Corinthians ficou 12 partidas sem perder, tendo somado oito vitórias e quatro empates.

O segundo favoreceu o São Paulo, entre 2003 e 2009. Neste período, o Tricolor fez a maior sequência sem ser batido na história deste confronto. Foram 14 partidas, assim distribuídas: nove vitórias e cinco empates.

O terceiro voltou a beneficiar o Corinthians, que ficou de 2007 a 2011 sem ser derrotado pelo rival, tendo coletado sete vitórias e quatro empates.

Com a vitória de ontem no Morumbi, o Corinthians somou sua terceira partida sem perder para o São Paulo (duas vitórias e um empate). A última derrota foi aquela antes do embarque dos corintianos para o Mundial do Japão, quando os são-paulinos enfiaram 3-1 dentro do Pacaembu no dia 2 de dezembro do ano passado.

Prenúncio de um novo tabu? Não sabemos.

COMPARAÇÃO

O fato é que o Corinthians, hoje, é mais time que o São Paulo. Tem mais time e mais elenco.

Ontem, quando Danilo se machucou, Tite colocou em campo Douglas. O substituto se lesionou e o treinador corintiano chamou Renato Augusto, que acabou marcando um golaço que selou a partida em 2-1 para o Timão (foto abaixo de Bruno Santos/Terra).

Ney Franco, que tem sido massacrado por torcedores e corneteiros, tentou reagir à modificação corintiana. Ia tirar Rodrigo Caio (uma jovem promessa) e olhou para o banco e chamou quem? Lucas Evangelista (outra jovem promessa).

O Corinthians é um time e um elenco consolidados. Há mais opções para o treinador, que diga-se, é melhor. Ou você acha Nei Franco melhor que Tite? (Outra vantagem do alvinegro).

Há quem diga que o São Paulo forneceu mais jogadores à seleção do que o Corinthians nos últimos tempos e que isso desmente a tese de que o elenco alvinegro é melhor.

Não é verdade.

Para a Copa das Confederações, houve um corintiano (Paulinho) e um são-paulino (Jadson). E do elenco do Corinthians, já estiveram na seleção (com Mano Menezes ou Felipão) Cássio, Fábio Santos, Ralf, Douglas e Pato. Do São Paulo, Rhodolfo, Cortês, Jadson, Osvaldo e Luis Fabiano.

Mas há outros fatores que levam o treinador a chamar um jogador e não outro.

Exemplo: Felipão convocou Jadson para a seleção que jogou e ganhou a Copa América e não Danilo. E por que ele fez isso? Simples: porque Jadson tem 29 anos e Danilo conta com 34. E o Mundial é no ano que vem, quando o são-paulino estará com 30 e o corintiano com 35. Mas eu pergunto: quem é melhor? Claro que Danilo é melhor.

Outro exemplo? Osvaldo e Emerson Sheik. O são-paulino tem 26 anos e o corintiano 34. E mesmo que Felipão quisesse convocar Sheik, não poderia, pois ele é cidadão catariano e já jogou pela seleção do Qatar. Mas quem é melhor, Osvaldo ou Sheik? O corintiano, certamente.

Mais exemplo? Pois não: Luis Fabiano esteve na seleção no clássico das Américas. Seu concorrente no Corinthians é Guerrero, nascido no Peru. Volto a perguntar: você compraria para jogar no seu time Luís Fabiano ou Guerrero? Eu investiria com certeza no peruano.

Pra encerrar a questão eu proponho: vamos juntar os dois times e fazer uma seleção com eles. Quem você escalaria?

A minha seria esta: Rogério Ceni; Alessandro, Gil, Tolói e Fábio Santos; Ralf e Renato Augusto; Romarinho, Jadson e Danilo; Guerrero.

Ou seja: oito corintianos e três são-paulinos.

Não tem jeito: neste confronto, o Corinthians é melhor que o São Paulo. Neste e ao longo da história envolvendo essas duas equipes.

Contra números e fatos não há argumentos.


 

Fábio Sormani Fábio Sormani

Fábio Sormani

Fábio Sormani trabalhou na Placar, Folha de S.Paulo, TVs Record, Bandeirantes, ESPN Brasil, SporTV, BandSports, e rádios Bandeirantes e Jovem Pan. Atualmente trabalha para a Fox Sports Brasil.



compartilhe e assine o blog




Sorry, your browser does not handle frames!<a href="http://www.terra.com.br/"> terra </a>

 
 
Leia também X O QUE MARADONA DIZ SOBRE PELÉ DIZ MAIS SOBRE MARADONA DO QUE PELÉ