0

Botafogo estreia com vitória fácil sobre o Bangu no Carioca

30 jan 2016
19h09
atualizado às 20h17
  • separator
  • 0
  • comentários

O Botafogo não encontrou a menor dificuldade para derrotar o Bangu por 2 a 0, na tarde deste sábado, em São Januário, na estreia das duas equipes, no Campeonato Carioca. Mesmo sem apresentar um grande futebol, a equipe de General Severiano fez o suficiente para conquistar a vitória diante de um adversário que não ofereceu a menor resistência. O argentino Gervazio "Yaca" Nuñez e Renan Fonseca marcaram no primeiro tempo.

Com uma equipe renovada, em relação ao time que disputou as competições em 2015, o Botafogo mereceu o resultado por ter mostrado mais iniciativa durante os 90 minutos. O Bangu apresentou uma equipe sem ambição ofensiva. A maior prova é que o goleiro Jefferson só praticou a sua primeira defesa aos 45 minutos do segundo tempo.

Na próxima rodada, o Botafogo vai enfrentar a Portuguesa, em São Januário. O Bangu vai encarar o Tigres, no Los Larios.

O jogo - Debaixo de um sol forte e diante de um público muito pequeno, o Botafogo começou a partida no ataque, marcando a saída de bola do Bangu. O primeiro momento de perigo aconteceu aos cinco minutos, quando Gegê recebeu de Diego Barbosa, pela esquerda, e bateu cruzado, mas a bola saiu sem levar perigo. O Bangu congestionava o meio campo e tentava fazer a bola chegar ao experiente Almir, encarregado de fazer a bola chegar aos atacantes Geraldo e William Amendoim.

O Botafogo abriu o marcador aos oito minutos. Luis Ricardo descobriu Gervasio "Yaca" Nuñes dentro da área. O meia argentino se livrou do marcador e tocou no canto direito de Célio Gabriel, com muita categoria.

O time alvinegro continuava melhor e quase ampliou aos 12 minutos, após cobrança de escanteio. A bola passou na pequena área e ninguém conseguiu aproveitar. O Botafogo seguia dominando as ações. Aos 15 minutos, Emerson bateu falta, na entrada da área, o goleiro Célio Gabriel espalmou para o lado e a zaga aliviou.

O Bangu não conseguia se organizar dentro de campo. O goleiro Jefferson só participava do jogo, quando algum zagueiro alvinegro recuava a bola. Aos 22 minutos, o Botafogo ampliou o marcador. Gegê bateu falta, do lado direito, e o zagueiro Renan Fonseca cabeceou no ângulo esquerdo, sem dar chances de defesa para o goleiro banguense.

A desvantagem não modificou o estilo do Bangu que continuou muito recuado. E o Botafogo quase marcou o terceiro gol aos 33 minutos, mas Luis Henrique falhou ao tentar concluir o laçamento de Diego. Aos 38, o goleiro Célio Gabriel evitou o terceiro gol em conclusões de Rodrigo Lindoso e Luis Henrique.

O segundo tempo começou em ritmo mais lento. O Botafogo concentrava seus ataques no lado esquerdo, onde Gegê e Diogo Barbosa trocavam passes para tentar envolver o lateral Paulo Barach, mas sem resultados concretos. O Bangu mostrava a mesma falta de agressividade do primeiro tempo, trocando passes sem qualquer objetividade.

Só aos nove minutos é que o Botafogo chegou com perigo. Luis Ricardo invadiu a área do Bangu, pela direita , e lançou Gegê que bateu com a perna direita, mas foi bloqueado pela zaga.

Aos 18 minutos, após cruzamento de Diego, o zagueiro Anderson Penna cabeceou, a bola bateu na cabeça de Luis Henrique e passou perto da trave direita do Bangu.

O Botafogo só se preocupava em administrar o resultado e quase não criava mais jogadas de ataque, o que acabou fazendo o Bangu se adiantar em campo, apesar de continuar encontrando muitas dificuldades para concluir.

Só aos 32 minutos é que a torcida alvinegra voltou a vibrar. Ribamar lançou Luis Henrique na corrida. O atacante se livrou da marcação com um toque rápido e bateu rasteiro. A bola tocou na trave direita e saiu.

O lance fez o time de Ricardo Gomes se animar outra vez que voltou a perder outra chance para marcar o terceiro, aos 42 minutos, quando Luis Henrique segurou demais a bola e perdeu a chance de concluir. Aos 45, Almir bateu falta e Jefferson defendeu com alguma dificuldade.

FICHA TÉCNICA

BANGU 0 x 2 BOTAFOGO

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: Sábado, 30/01/2016

Horário: 17 horas (Brasília)

Árbitro: Péricles Bassols

Assistentes: Wagner Santos e Daniel Parro

Público: 1.647 pagantes

Cartão Amarelo: Almir, Giovanni, Junior(Ban); Airton(Bota)

Gols:

BOTAFOGO: Gervazio Nuñes, aos oito e Renan Fonseca, aos 22 minutos do primeiro tempo;

BANGU: Célio Gabriel, Paulo Barach, Anderson Penna, Arthur Sanches(Matheus Avelar) e Guilherme; Yves, Giovanni(Magno), Júnior e Almir; Geraldo(Salatiel) e William Amendoim.

Técnico: Emanoel Sacramento

BOTAFOGO: Jefferson, Diego, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton(Dierson), Rodrigo Lindoso, Gegê(Leandro), Luis Ricardo e Gervasio Nuñez(Ribamar); Luis Henrique

Técnico: Ricardo Gomes

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade