Botafogo

Botafogo

publicidade
02 de julho de 2013 • 21h00 • atualizado às 21h01

Oswaldo de Oliveira espera fim de saída de jogadores do Botafogo

Treinador lamentou muito a saída do polivalente Fellype Gabriel
Foto: Daniel Ramalho / Terra
  • Direto do Rio de Janeiro (RJ)
 

O técnico Oswaldo de Oliveira lamentou na noite desta terça-feira as perdas que o Botafogo teve durante a parada para a Copa das Confederações. O principal baque foi a saída de uma peça fundamental do time alvinegro, o meia Fellype Gabriel, que foi vendido ao Sharjah, dos Emirados Árabes. Andrezinho foi outro a deixar o clube, e viajou na última sexta-feira (28), para a China, onde deve fechar contrato com o Tianjin Teda.

“A nossa intenção é que não saísse ninguém. Começamos bem a temporada com as alternativas que tínhamos. Nem sempre vamos conseguir as reposições com o mesmo nível. Torço para que não saía mais ninguém”, afirmou.

“Não tenho dúvidas (que a pior perda foi a saída de Fellype Gabriel). Taticamente não posso esconder isso. Talvez fosse politicamente correto eu falar outra coisa, mas isso é inegável, todo mundo viu a entrega dele ao time. Ele atuava como lateral, como primeiro e segundo volante, às vezes como atacante. Não tenho a menor dúvida que taticamente é uma grande perda”, desabafou.

Segundo o treinador, a volta do goleiro Jefferson, que estava com a Seleção Brasileira, e do meia Lodeiro, com a seleção uruguaia, motivou o grupo e afirmou que está ansioso para ver o time competindo. Ele também reclamou das paradas ao longo do primeiro semestre.

“Estou feliz de voltar à rotina, confesso que estava ansioso por isso. Esse é o nosso terceiro reinício, isso acaba atrapalhando porque é interessante uma sequência no trabalho. Sempre que isso acontece temos que recomeçar o processo, mas o grupo tem respondido bem. A chegada do Jefferson e do Lodeiro levantou o astral do grupo, que já chegou motivado para treinar. Em alguns momentos tivemos até que chamar a atenção dos mais jovens. O pessoal mais experiente estava tranquilo”, finalizou o técnico.

Contenção de despesas

Com salários atrasados, o Botafogo transferiu a viagem para Volta Redonda, que aconteceria na noite desta terça-feira, para a manhã de quarta-feira. O grupo chegará poucas horas antes da partida contra o Figueirense, pela terceira fase da Copa do Brasil.

O Botafogo fez o último treino na tarde desta terça-feira, no campo anexo do Engenhão. O técnico Oswaldo de Oliveira comandou um treino tático com os onze jogadores que devem enfrentar a equipe catarinense, nesta quarta-feira.

Na primeira parte, o elenco fez apenas uma atividade física, seguido de um trabalho tático em dois toques com doze jogadores na linha. Na terceira parte, os jogadores foram separados em dois times, e trabalharam bolas paradas e finalizações. O volante Renato e o garoto Gegê fizeram parte do time reserva e são opções para Oliveira.

Artevista Comunicação, Assessoria e Empreendimentos Culturais Ltda - Especial para o Terra