0

Oswaldo minimiza derrota e avisa: "na final, tudo pode acontecer"

17 fev 2013
21h42
atualizado às 23h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Um gol logo no início do jogo e uma grande quantidade de gols perdidos. O Botafogo perdeu o clássico contra o Flamengo por 1 a 0 no Engenhão, mas para o técnico Oswaldo de Oliveira o mais importante foi não ter perdido a liderança do grupo na fase de classificação da Taça Guanabara.

<p>Segundo Oswaldo, é natural que Vitinho tenha oscilações na atuação</p>
Segundo Oswaldo, é natural que Vitinho tenha oscilações na atuação
Foto: Mauro Pimentel / Terra

"O Flamengo leva grande vantagem por jogar por dois empates na semifinal e final do primeiro turno, mas ainda podemos ter vantagem na semifinal, e na final tudo pode acontecer", disse ele, otimista.

O time com Vitinho não funcionou bem no primeiro tempo e as substituições feitas por Oswaldo na etapa final também não mudaram a cara da equipe. "Sobre Vitinho é natural que tenha oscilações. Hoje (domingo) não conseguiu repetir as atuações de outros jogos", comentou ele, dizendo que o jogador deve seguir como titular, pelo menos até Andrezinho voltar. "O André faz muita falta, ainda mais em um jogo como esse", lamentou.

Oswaldo de Oliveira disse ainda que a perda de Fellype Gabriel no segundo tempo por lesão atrapalhou os planos de mudar a cara do time. "Ficamos sem força de ataque e, com a saída do Fellype, sem alternativas", explicou.

O técnico disse que gosta de contar com o jogador para reforçar o meio-campo e colocá-lo mais adiantado. "Quando ele saiu, perdi a chance de ter um jogador mais ofensivo", disse. O técnico elogiou o trabalho dele ao lado de Julio Cesar, ambos improvisados na cabeça de área. "Tanto é que o Flamengo só conseguiu contra-ataque depois que ele saiu."

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade