2 eventos ao vivo

Oswaldo pede para Botafogo pisar no freio: “não ganhamos nada”

27 abr 2013
22h02
atualizado às 22h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Oito vitórias em oito jogos na Taça Rio. Vantagem de empatar na decisão contra qualquer adversário para levar o título carioca. Vitória por 5 a 0 contra o Resende na semifinal. Nada disso empolga o técnico do Botafogo, Oswaldo de Oliveira. Ele tratou de recolocar os pés do time no chão depois de mais um resultado empolgante para a torcida alvinegra.

“Não ganhamos nada ainda. Até agora não aconteceu nada. Por enquanto, o importante é que a equipe está respondendo bem ao trabalho. Eu espero que isso termine em título. Temos que ser campeões para coroar este início de temporada e o trabalho que vem sendo feito desde o ano passado”, afirmou o treinador, que passou por momentos de turbulência no comando da equipe quando a equipe foi eliminada pelo Vitória em pleno Estádio do Engenhão.

<p>Botafogo venceu o Resende sem problemas e est&aacute; a uma vit&oacute;ria de ser campe&atilde;o carioca de 2013</p>
Botafogo venceu o Resende sem problemas e está a uma vitória de ser campeão carioca de 2013
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

O treinador já até conversou com os jogadores sobre como abordar a final contra Fluminense ou Volta Redonda, que jogam neste domingo: buscando a vitória. E Oswaldo usou exemplo do próprio Botafogo no primeiro turno do Campeonato Carioca.

“Nós vencemos a Taça Guanabara revertendo desvantagem dos adversários tanto na semifinal quanto na final. Isso pode acontecer de novo. Agora volta tudo à estaca zero”, disse Oswaldo. Ele explicou que a mentalidade deve ser a mesma da semifinal contra o Resende, em que venceu mesmo podendo empatar. “Não poderíamos jogar com o resultado embaixo do braço. Se, no final, estivesse empatado em 0 a 0, tudo bem. Aí poderíamos fazer alguma coisa para manter o resultado.”

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade