2 eventos ao vivo

Oswaldo trabalha bola parada e pênalti em último treino do Botafogo

23 jul 2013
12h53

O Botafogo sabe que terá uma prova de fogo na noite desta quarta-feira. Com a vantagem mínima sobre o Figueirense, pela Copa do Brasil, o time focou as jogadas de bola parada em treinamento na manhã desta terça, no campo anexo do Engenhão, no último trabalho antes do jogo decisivo.

Insistindo nas cobranças de falta de Lodeiro e Seedorf, o técnico Oswaldo de Oliveira também trabalhou as cobranças de pênaltis, temendo por um novo 1 a 0, desta vez favorável à equipe catarinense. Todos os jogadores converteram as penalidades e receberam elogios do treinador.

Na atividade desta manhã, prejudicada pelo frio e pela chuva do Rio de Janeiro, Oswaldo de Oliveira não pôde contar com o lateral-direito Gilberto e o volante Renato, poupados pela comissão técnica. Mas eles não deverão ser problemas para a partida no Orlando Scarpelli, às 21h50 (de Brasília).

Sem os dois, o comandante alvinegro promoveu as entradas de Edílson e Marcelo Mattos, respectivamente, este último voltando de suspensão no Campeonato Brasileiro. Outras duas novidades, mas não sobre titulares, também marcaram a segunda movimentação do Bota nesta semana.

Contratado do Vitória recentemente, o zagueiro Dankler teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e está à disposição de Oswaldo de Oliveira, embora ainda não tenha treinado com os seus colegas. Já o defensor Matheus viajou para se apresentar ao Icasa.

Após vitória por 1 a 0 no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, os botafoguenses poderão alcançar as oitavas de final da competição nacional até mesmo com derrota, caso percam por um gol de diferença e marquem um fora de casa.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade