4 eventos ao vivo

Revelação da base, lateral supera lesão no joelho e treina no Botafogo

30 abr 2013
17h40
atualizado às 19h00
  • separator
  • 0
  • comentários

Recuperado de uma operação nos ligamentos do joelho esquerdo, Renan Lemos treinou com bola nesta terça-feira, no campo anexo do Engenhão pela primeira vez desde a cirurgia, que foi realizada no fim de 2012. Depois do sofirmento momentâneo após a lesão, o jogador, que teve uma experiênmcia no time profissional no ano passado, superou as dificuldades para retornar mais fortalecido.

<p>Os campeonatos Paulista e Carioca tiveram decisões neste sábado, sendo que em ambos a comemoração foi alvinegra. Na Vila Belmiro, após empate por 1 a 1, o Santos venceu o Palmeiras nos pênaltis. Em Volta Redonda, a vitória foi do Botafogo, com goleada sobre o Resende. Veja fotos das torcidas a seguir</p>
Os campeonatos Paulista e Carioca tiveram decisões neste sábado, sendo que em ambos a comemoração foi alvinegra. Na Vila Belmiro, após empate por 1 a 1, o Santos venceu o Palmeiras nos pênaltis. Em Volta Redonda, a vitória foi do Botafogo, com goleada sobre o Resende. Veja fotos das torcidas a seguir
Foto: Ricardo Matsukawa / Terra

"O dia da lesão foi o pior da minha vida. Passa um monte de coisa na cabeça, pois lesão de joelho é algo sério. No começo, era um pouco mais difícil ficar sem fazer o que mais gosto. Andava de muletas, só vinha para a academia, ficava na maca, via todo mundo no campo, correndo e jogando. Mas, com o apoio da família e do Botafogo, até que foi tranquilo. Está passando rápido", disse Renan, ao site oficial do Botafogo.

Na rotina do lateral de 20 anos estavam sessões de musculação e fisioterapia para fortalecer a perna. Este mês, ele começou a realizar atividades no campo, sempre no Engenhão. Morador do Engenho de Dentro, o jogador destacou o papel importante que a família dele teve nestes momentos de sofrimento.

"Peguei forças primeiramente em Deus e na família. O pessoal me deu apoio, todo mundo ajudou. No início, não podia andar nem dirigir, meu pai Rogério vinha me carregar para a fisioterapia", contou.

Uma passagem marcante para Renan Lemos no período foi uma conversa com Oswaldo de Oliveira. Treinador que lançou o garoto em 2012, ele fez questão de passar tranquilidade ao garoto logo após a lesão. "Ele (Oswaldo) me deu força, me falou para ter calma e focar na recuperação. Ele me disse para trabalhar bem para voltar mais forte", contou.

No período em que está em tratamento, Renan Lemos ganhou 6 kg, chegando a 69 kg. Com muitos planos para o futuro, o lateral projeta o fim da recuperação e o retorno aos jogos. "Já treino sem dor, é a fase final para voltar bem. Estou ao lado de jogadores consagrados, que me passam experiência para ter calma e me recuperar. Hoje, nem penso em previsão, quero ir evoluindo aos poucos para retornar e ajudar o Botafogo", disse.

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade