1 evento ao vivo

Brasil leva virada, perde para Rússia e é eliminado no vôlei sentado

5 set 2012
09h10
atualizado às 11h33

A Seleção Brasileira masculina de vôlei sentado perdeu, nesta quarta-feira, para a Rússia, de virada, por 3 sets a 2, parciais de 25/18, 15/25, 15/25, 25/19 e 8/15, em partida válida pelas quartas de final do torneio paralímpico de Londres, disputado na ExCel Arena.

» Acompanhe o quadro de medalhas dos Jogos Paralímpicos
» De bocha a goalball, conheça os esportes da Paralimpíada
» Confira dez curiosidades sobre a Paralimpíada

O resultado eliminou os comandados de Fernando Lages Guimarães da competição. Já a Rússia enfrenta a Alemanha, que bateu a China por 3 sets a 2, em busca de uma vaga na final.

Empolgados com a vitória sobre a China na última rodada da primeira fase, os brasileiros mostraram que só a vitória interessava no primeiro set, fechando em 25/18. Mas a força dos russos, que terminaram a primeira fase com apenas uma derrota - para Alemanha -, predominou na segunda parcial, quando marcaram 25 a 15, para empatar o jogo.

A virada europeia aconteceu no terceiro set, quando os comandados de Viktor Dyakov repetiram o placar da segunda parcial e abriram 2 sets a 1 na partida. Mas a equipe brasileira não se rendeu e, com 25 a 19 no quarto set, forçou o tie-break.

No quinto e decisivo set, os russos abriram vantagem já nos momentos iniciais e, administrando a vantagem, fecharam em 15 a 8 e se classificaram para as semifinais.

O Brasil deixa a competição com duas vitórias e três derrotas. Após estrear vencendo Ruanda, por 3 sets a 0, a equipe não teve a mesma sorte nas rodadas seguintes, perdendo para Bósnia e Herzegovina (3 a 0) e Irã (3 a 0).

Na última rodada da primeira fase, os brasileiros venceram a China por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/23 e 25/20, e garantiram classificação às quartas de final.

Seleção masculina foi derrotada por 3 sets a 2 e caiu nas quartas de final
Seleção masculina foi derrotada por 3 sets a 2 e caiu nas quartas de final
Foto: Marcio Rodrigues/CPB / Divulgação
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade