1 evento ao vivo
Logo do Seleção Brasileira
Foto: terra

Seleção Brasileira

Conheça a entrosada Seleção Sub-17 e suas promessas

Depois da decepção no Sul-Americano Sub-20, Brasil joga torneio Sub-17 com time entrosado e recheado de promessas

3 mar 2015
11h46
atualizado às 14h11
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Seleção Sub-17 ganhou  o Nike Friendlies
Seleção Sub-17 ganhou o Nike Friendlies
Foto: CBF / Divulgação

Após 17 dias de preparação na cidade de Itu, no interior de São Paulo, a Seleção Brasileira sub-17 desembarcou no Paraguai nesta segunda-feira para disputar o Sul-Americano da categoria. Para fazer bonito na competição que se inicia nesta quarta, os atletas e a comissão técnica apostam no entrosamento do time, que tem sua base jogando junta há mais de um ano. O Brasil estreia na quinta, às 20h10, contra a Colômbia

Os jovens jogadores e o técnico Caio Zanardi valorizaram o trabalho que vem sendo feito pela equipe desde 2013, na categoria Sub-15. E essa geração já demonstrou bons resultados nos últimos torneios amistosos que disputou: em 2014, o time levantou a taça do Quadrangular de Seleções (Taça Bernardo O’Higgins), no Chile, e do Nike Friendlies, disputado nos Estados Unidos.

Um dos destaques do time, o volante Andrey tem apenas 17 anos, mas já faz parte do Sub-20 do Vasco. Para a disputa do Sul-Americano, no qual o Brasil estreia contra a Colômbia nesta quinta-feira, ele acredita que o tempo de preparação da atual geração da Seleção sub-17 pode ser um diferencial. “O time vem trabalhando há muito tempo, muitas convocações já. Estamos adquirindo ainda mais entrosamento, e, se Deus quiser, iremos bem lá no Sul-Americano”, destacou o atleta.

Volante vascaíno Andrey é um dos destaques da Seleção Sub-17
Volante vascaíno Andrey é um dos destaques da Seleção Sub-17
Foto: CBF / Divulgação

Durante a preparação para o torneio continental, no interior paulista, a comissão técnica demonstrou preocupação com o condicionamento físico e a disciplina tática da equipe. O treinador Caio Zanardi, de 41 anos, tem na bagagem estágios na Europa com treinadores como os italianos Fabio Capello e Carlo Ancelotti, além do holandês Louis Van Gaal. Para ele, por um lado é importante que os garotos interiorizem as noções de posicionamento e movimentação, e, por outro, eles não podem perder a “alegria de jogar”, típica do futebol brasileiro.

“Eu fui atleta, isso me deu uma bagagem muito grande, e a parte teórica também me ajudou muito no meu processo. E o estudo na Europa, onde o foco é a parte tática. Então isso me deu uma base muito grande dos trabalhos táticos, mas claro que eles não podem perder a alegria de jogar do futebol brasileiro, isso é nosso. Então nós jogamos ofensivamente, como é característico do Brasil, e temos que ter o aspecto tático também, dentro desse sistema brasileiro. Procuramos unir as duas coisas”, apresenta-se Zanardi que, nos tempos de jogador, chegou a defender as cores das bases de São Paulo e Corinthians, antes de encerrar prematuramente a carreira por causa de contusão.

Caio Zanardi comanda sonho brasileiro no Sul-Americano Sub-17
Caio Zanardi comanda sonho brasileiro no Sul-Americano Sub-17
Foto: CBF / Divulgação

Andrey, ao comentar as características dessa Seleção Sub-17, aponta que a equipe aplica dentro de campo as lições da comissão técnica. “É um time bastante entrosado. Quando ataca, ataca todo mundo junto, e para defender é a mesma intensidade de quando ataca. É um time de muito toque de bola e movimentação”, avalia. De fato os garotos apresentaram compactação defensiva e capacidade de fazer gols, pelo menos nas três goleadas nos jogos-treino realizados em Itu, contra times da mesma categoria: 5 a 1 sobre o Desportivo Brasil, 4 a 0 sobre o Red Bull Brasil e 4 a 0 contra a Ponte Preta.

Outro destaque da equipe é o meia Matheus Pereira, que pertence ao Corinthians, onde já fez pré-temporada com a equipe principal no início deste ano. O jovem jogador, de apenas 16 anos, valoriza as experiências internacionais que vem tendo nas categorias de base da Seleção Brasileira, como as competições amistosas em 2014 e o Sul-Americano do Paraguai, que dá classificação para o Mundial da categoria, que acontece em outubro, no Chile.

“(As competições internacionais) vêm agregando muita coisa, são experiências muito boas. A gente vai aprendendo bastante com o futebol lá de fora, com o ritmo bem mais alto, intensidade forte. E a gente está procurando encaixar tudo isso aqui na Seleção: a intensidade, o ritmo, tudo”, declarou a promessa corintiana.

Brasil estreia na quinta-feira contra a Colômbia
Brasil estreia na quinta-feira contra a Colômbia
Foto: CBF / Divulgação

Artilheiro de todas as categorias da Seleção Brasileira em 2014, com 26 gols, Evander é o nome que atrai mais atenção na atual geração sub-17. O jovem de 16 anos, que atua como meia em seu clube, o Vasco, e segundo atacante no time canarinho, dispensa o protagonismo, reforça o discurso dos companheiros e aponta a união da equipe como um dos pontos fortes para a disputa do Sul-Americano.

“A cada convocação a gente vai se entrosando mais ainda. Com o passar do tempo, a gente vai sabendo ainda mais as características um do outro. Então é importante que a gente continue junto nessa caminhada para se dar bem lá na frente”, disse a joia vascaína.

Além da Colômbia, contra a qual se inicia a jornada brasileira no Sul-Americano Sub-17, a jovem Seleção terá como adversários na primeira fase o Paraguai, o Peru e a Venezuela, que também integram o Grupo A da competição.

Apesar de ter iniciado a preparação em Itu com 28 atletas, o treinador Caio Zanardi só pode inscrever 22 nomes na competição continental, por causa do regulamento. Os cortados por lesão foram Cristiano, do Bahia; Thiago, do Palmeiras; e Alan, do Vasco, que foi substituído por Matheus Mascarenhas, do Fluminense, que aparece na relação final. Já por critérios técnicos, ficaram de fora Matheus Fauth (Internacional), Matheus Fernandes (Botafogo), Léo Jabá (Corinthians) e Loran (Fluminense).

<p>Kleber e Ramon são homens de confiança da Seleção Sub-17</p>
Kleber e Ramon são homens de confiança da Seleção Sub-17
Foto: CBF / Divulgação

Veja quem são os 22 atletas que representarão o Brasil no Sul-Americano Sub-17:

Goleiros: Bruno (Coritiba), Carlinhos (Portuguesa) e Juliano (Atlético-PR)

Laterais: Caíque (São Paulo), Kleber (Flamengo) e Matheus Mascarenhas (Fluminense)

Zagueiros: Adryelson (Sport), Léo (Corinthians), Ronaldo (Cruzeiro) e Zé Marcos (Atlético-PR)

Meio-campistas: Andrey (Vasco), Jean (Grêmio), Lincoln (Grêmio), Marco Túlio (Atlético-MG), Matheus Pereira (Corinthians), Mauro Júnior (Desportivo Brasil), Renan (Corinthians) e Riuler (Atlético-PR)

Atacantes: Eronildo (Vitória), Evander (Vasco), Leandro (Ponte Preta) e Ramon (Fluminense)

Gente grande! Joia do Grêmio chega à Seleção Sub-17

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade