Seleção Brasileira

Seleção Brasileira

publicidade
25 de agosto de 2013 • 12h43 • atualizado às 13h54

Morre De Sordi, campeão mundial em 1958 com Seleção Brasileira

De Sordi morreu aos 82 anos
Foto: Acervo / Gazeta Press

Campeão da Copa do Mundo de 1958 com a Seleção Brasileira, o ex-jogador Nílton De Sordi morreu neste sábado, aos 82 anos, em Bandeirantes, interior do Paraná, em decorrência de falência múltipla dos órgãos. O ex-lateral do São Paulo, que atuou no clube do Morumbi nas décadas de 50 e 60, sofria de Mal de Parkson há dois anos.

Revelado pelo XV de Piracicaba, De Sordi se destacou no interior e logo foi contratado pelo São Paulo em 1952. Campeão paulista em 1953 e 1957, o lateral defendeu a equipe do Morumbi em 536 partidas, até 16 de julho de 1965. Apesar de nunca ter marcado um gol com a camisa tricolor, se tornou um dos ídolos da história do clube.

Convocado para disputar a Copa do Mundo de 1958, na Suécia, De Sordi foi titular de todos os jogos da Seleção Brasileira até a decisão, quando foi barrado pelo departamento médico. Na ocasião, Djalma Santos, que morreu há um mês, assumiu o posto na lateral direita e se tornou o melhor jogador do Mundial com apenas uma exibição: a vitória por 5 a 2 sobre os donos da casa.

Apesar da baixa estatura, o jogador se destacava pelo poder de marcação na defesa. Já no fim da carreia, jogou também no União Bandeirante-PR, onde se aposentou em 1966. No mesmo ano, foi chamado para ser técnico da equipe paranaense.O campeão mundial de 1958 deixa sua mulher Celina, quatro filhos, netos e bisnetos.

Em nota oficial, o São Paulo "se solidariza com amigos e familiares, pesaroso pela perda de um grande ídolo".

Veja carreira de De Sordi
Jogos disputados pelo SPFC: 543
Estreia: 06/02/1952
Último jogo: 15/05/1965
Gols Marcados no SPFC: nenhum
Nascimento: 14/02/1931. Piracicaba (SP).
Títulos conquistados no SPFC: Campeão Paulista de 1953 e 1957
Títulos com a Seleção Brasileira: Campeão da Copa do Mundo de 1958

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva