0

Brasileiro vê federação anular vitória e vaga olímpica depende de algoz

5 out 2011
11h05
atualizado em 6/10/2011 às 09h29
André Augusto

As três vagas conquistadas pelo pugilismo brasileiro para os Jogos Olímpicos de Londres podem diminuir para duas, fruto de uma decisão polêmica da Federação Internacional de Boxe Amador (Aiba, na sigla em inglês). Após a vitória do brasileiro Robson Conceição sobre o atual campeão olímpico e mundial dos pesos leves (até 60 kg), o ucraniano Vasyl Lomachenko, pelo Mundial de Boxe Amador, disputado no Azeibaijão, o estafe do lutador derrotado pediu a revisão do resultado na última segunda-feira. E a Aiba reverteu o resultado em favor de Lomachenko, o que pode tirar a vaga olímpica do brasileiro.

"Alegaram que a marcação de golpe baixo (do ucraniano) foi injusta, que o Robson caiu por várias vezes na luta. Na minha opinião, são alegações fúteis, porque (a decisão) foi na subjetividade e não pelos fatos", reclamou Mauro José da Silva, presidente da Confederação Brasileira de Boxe (CBB), que falou por telefone ao Terra. Ele explicou que a nova decisão é irreversível (Robson havia vencido o embate por 20 a 19). Com isso, resta ao lutador baiano torcer para que Lomachenko chegue à final do torneio para que o brasileiro "retome" sua vaga nas Olimpíadas de 2012. "Agora, temos que torcer pelo nosso algoz", lamenta o dirigente.

Sediado na capital do Azerbaijão, Baku, o Mundial classifica dez atletas por categoria para Londres 2012. Com isso, Lomachenko já se garantiu por chegar às quartas de final do torneio. As duas vagas que restaram após a definição dos oito boxeadores quadrifinalistas da categoria serão concedidas aos competidores derrotados pelo campeão e vice do Mundial, fato que pode beneficiar Robson. Para avançar no torneio, o ucraniano lutará contra o uzbeque Fazliddin Gaibnazarov, ainda nesta terça-feira. Caso ele avance, disputará a semifinal nesta sexta-feira, o que só deve aumentar a ansiedade do brasileiro.

Outra vaga para o pugilismo brasileiro pode vir de forma semelhante. Para isso, é preciso que Elshod Rasulov, do Uzbequistão, também chegue à final na categoria meio pesado (até 81 kg), já que o asiático foi quem derrotou Yamaguchi Falcão Florentino no Mundial.

Os dois lutadores do País garantidos para Londres são Esquiva Falcão Florentino, irmão de Yamaguchi, que se classificou na categoria peso médio (75 kg) e Everton Lopes, da categoria meio médio ligeiro (64 kg).

Após vencer atual campeão olímpico, brasileiro viu decisão ser anulada e pode ficar sem vaga em Londres 2012
Após vencer atual campeão olímpico, brasileiro viu decisão ser anulada e pode ficar sem vaga em Londres 2012
Foto: CBB / Divulgação
Fonte: Terra
publicidade