0

Canadá espanta zebra e vence a Suíça no hóquei

19 fev 2010
01h33
atualizado às 03h12

As equipes masculinas de hóquei de Canadá e Suíça protagonizaram o confronto mais dramático do esporte na Olimpíada de Vancouver até agora. Com o apoio de sua torcida, os favoritos canadenses só conseguiram a vitória nos shootouts, depois de empatarem com os suíços em 2 a 2 no tempo normal, nesta quinta-feira (horário de Vancouver).

Na disputa de shootout, o atleta deve tentar marcar o gol conduzindo o disco a partir do meio do ringue de gelo. O goleiro, por sua vez, precisa aguardar a definição da jogada dentro dos limites da área determinada.

Na seleção canadende, de astros como Dany Heatlet e Rick Nash, quem mais brilhou foi o goleiro Martin Brodeau, que defendeu todos os shootouts cobrados pelos suíços.

Durante a partida, a vantagem do Canadá nos dois primeiros períodos deu lugar ao empate quando o atacante suíço Patrick von Gunten marcou o segundo gol de sua equipe, aos 19min do terceiro tempo. Nem concluindo duas vezes mais do que os suíços (47 vezes, contra 23), bastou para que os canadenses impedissem a prorrogação de cinco minutos, e a posterior disputa de shootouts.

A crescente emoção dos torcedores que foram ao Ginásio Canada Hockey Place, onde aconteceu a partida, chegou ao limite nos momentos finais. Depois de três cobranças desperdiçadas para cada lado, Sidney Crosby teve uma segunda chance de garantir a vitória no shootout e não desperdiçou.

O destaque do Canadá acabou sendo mesmo o goleiro canadense Martin Brodeau, que fez sua estreia nos Jogos, impedindo a virada suíça no tempo normal e nos shootouts. Outro que impediu mudanças de placar durante o jogo, além de parar os canadenses em três cobranças de pênaltis foi o excelente goleiro Jonas Hiller, jogador da liga profissional canadense e americana de hóquei (NHL).

Entenda o torneio de hóquei no gelo dos Jogos de Inverno

Esporte mais popular do Canadá, país-sede da Olimpíada, o hóquei no gelo é disputado em três tempos de 20 minutos, com o relógio parando a cada interrupção da partida e 15 minutos de intervalo após o primeiro e o segundo período. As equipes se enfrentam em times de seis jogadores e tentam acertar o gol adversário com uma espécie de disco (puck).

Em Vancouver, os 12 países participantes foram divididos em três chaves de quatro. O vencedor de cada grupo avança à fase final, disputada em mata-mata. Em caso de empate após os três tempos, os times se enfrentam em prorrogação com "gol de ouro". Nova igualdade e a disputa vai para os pênaltis.

Jogos Olímpicos de Inverno no Terra

O Terra transmite ao vivo a competição em 15 canais simultâneos de vídeo. Além disso, os usuários têm a possibilidade de assistir novamente a todo o conteúdo a qualquer momento. Todo o acesso é gratuito.

Uma equipe de 60 profissionais está encarregada de fazer a cobertura direto de Vancouver e dos estúdios do Terra, em São Paulo, no Brasil, com as últimas notícias, fotos, curiosidades, resultados e bastidores da competição.

A equipe conta com a participação do repórter especialista em esportes radicais Formiga - com 20 anos de experiência em modalidades de neve -, e o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, que comenta a competição em seu blog no Terra.

No celular
wap: wap.terra.com.br
Iphone e smartphones: m.terra.com.br/vancouver

Hóquei no Gelo (M) - USA 6 x 1 NOR
Fonte: Terra
publicidade