1 evento ao vivo

Com 1º passo em 2014, relembre caminhada do Ceará até taça

30 abr 2015
07h00
atualizado às 07h40
  • separator
  • 0
  • comentários

A espera terminou. Após bater na trave, na última temporada, ano de seu centenário, o Ceará conseguiu sua primeira taça da Copa do Nordeste e colocou fim à expectativa do torcedor alvinegro que pôde explodir nas arquibancadas da abarrotada Arena Castelão, em Fortaleza.

A vitória por 2 a 1 sobre o Bahia foi a última da campanha invicta dos cearenses na competição. No entanto, a impressão é que essa Copa do Nordeste começou para o Ceará no dia 9 de abril de 2014.

Pôster do Ceará campeão invicto da Copa do Nordeste 2015
Pôster do Ceará campeão invicto da Copa do Nordeste 2015
Foto: Twitter oficial do Ceará SC / Reprodução

Há pouco mais de um ano, os alvinegros viviam o sonho de conquistar pela primeira vez em sua história o torneio regional. Na ocasião, o rival era o Sport Recife e o jogo de volta também em Fortaleza. O empate, 1 a 1, na Arena Castelão foi insuficiente para levantar o caneco, já que o Ceará tinha sido derrotado fora de casa. A expectativa por levantar a taça no ano do centenário se tornou frustração, mas também uma lição.

O goleiro Luís Carlos, presente naquela decisão, lembrou o quanto foi difícil superar o vice-campeonato. "Só quem está aqui como remanescente sabe o que sofremos perdendo o título em casa no ano passado. Agora sabíamos que teria de fazer diferente e nós conseguimos, fomos coroados", comentou.

Nesta temporada não teve para ninguém. O Ceará foi impecável e conquistou o título de forma invicta, após 12 jogos, sendo sete vitórias e cinco empates. O time alvinegro balançou as redes 16 vezes e sofreu apenas oito gols.

Relembre a caminhada para o título:

Veterano, Magno Alves vibra com vitória sobre o Fortaleza na primeira fase
Veterano, Magno Alves vibra com vitória sobre o Fortaleza na primeira fase
Foto: Christian Alekson/CearaSC.com/Divulgação / Divulgação

- Primeira fase:

Logo de cara, o Ceará teve o arquirrival Fortaleza como concorrente no Grupo D. O time alvinegro enfrentou também o Ríver do Piauí e o Botafogo da Paraíba. O Ceará levou a melhor no duelo com o tricolor ao empatar um jogo e vencer o outro. Com 12 pontos avançou em primeiro lugar da chave.

- Segunda fase:

Entre os oito melhores clubes da competição, o Ceará teve pela frente o Salgueiro-PE, após sorteio realizado. Apesar da boa campanha do time pernambucano no Estadual, o Ceará não tomou conhecimento e venceu as duas partidas no mata-mata. Fernandinho e Ricardinho anotaram os gols no Estádio Cornélio de Barros, enquanto Magno Alves e William marcaram em casa.

Alvinegro cearense passou pelo Salgueiro-PE na segunda fase
Alvinegro cearense passou pelo Salgueiro-PE na segunda fase
Foto: Christian Alekson/CearaSC.com/Divulgação / Divulgação

- Semifinal

Após superar o Salgueiro-PE, o Ceará estava a quatro jogos do tão sonhado título. Teria pela frente o Vitória-BA. O rubro-negro baiano passava por um período de instabilidade com queda precoce no Campeonato Baiano e renúncia de presidente. O alvinegro ganhou favoritismo, mas após o empate sem gols na Arena Castelão, no jogo de ida, trouxe o filme de 2014 para as retinas dos alvinegros. O empate no Barradão, 2 a 2, em Salvador, deu a classificação ao Ceará. O título se aproximava.

Outro gigante da região, o Vitória não resistiu ao Ceará na semifinal
Outro gigante da região, o Vitória não resistiu ao Ceará na semifinal
Foto: Christian Alekson/CearaSC.com/Divulgação / Divulgação

- Final

Do outro lado da chave estava o Bahia, que eliminou o até então campeão Sport Recife na outra semifinal. O fantasma pernambucano que impediu a conquista no ano do centenário estava fora do caminho. Mas o tricolor baiano buscava o tricampeonato da Copa do Nordeste e seria páreo duro. No entanto, a vitória na Fonte Nova com mais de 40 mil pessoas deu ao Ceará um boa vantagem para decidir em casa. Desta vez, os milhares de alvinegros que foram ao Castelão puderam soltar o grito de campeão que estava preso no peito. Nova vitória alvinegra e o primeiro título da Lampions League.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade