2 eventos ao vivo

Fortaleza tentará quebrar tabu de três anos contra o Ceará

3 fev 2015
17h41
atualizado às 17h41

Três anos sem vencer o maior rival. É esse tabu que o Fortaleza tentará quebrar nesta quarta-feira diante do Ceará, na primeira partida da Copa do Nordeste. Desde 12 de fevereiro de 2012, são 11 Clássicos-Rei disputados. São seis vitórias do Ceará e outros cinco empates. Em todos os confrontos, o Leão no marcou mais do que um gol em nenhum deles. São quatro gols marcados contra quinze sofridos. E o técnico Nedo Xavier estava presente na última vez que o Fortaleza saiu de campo com os três pontos.

Para a partida, o treinador não contará com o meia Éverton, que cumpre suspensão de quando ainda jogava a Série B pelo Joinville. Como a Copa do Nordeste é organizada pela CBF, o jogador está vetado para o confronto. Para o meia Dudu Cearense, a vitória por 5 a 1 frente ao São Benedito no fim de semana foi o divisor de águas que a torcida esperava após um início ruim na competição. "O resultado foi interessante, mas o mais importante foi a maneira como jogamos: eficazes, coesos, e mantendo o foco até o final. Se a gente conseguir repetir isso no Clássico, vai ser um jogo interessante", afirmou o jogador ao jornal O Povo.

Já no Ceará, a expectativa é pela estreia do atacante William. Regularizado desde segunda-feira, um dos principais reforços do Vozão deve começar a partida no banco de reservas, mas espera balançar a rede do Castelão. "Não tem cartão de visita melhor do que esse. O torcedor pode esperar que na hora que entrar eu vou fazer de tudo para marcar um gol. Quando se faz gol em clássico é diferente. É um momento único", disse o centroavante. A partida, que será realizada na Arena Castelão, está marcada para as 22h20 (de Brasília, 21h20 de Fortaleza).

Confira os outros jogos da rodada da Copa do Nordeste.

Grupo A
Confiança-SE x Vitória-BA

Grupo B
Coruripe-PE x Socorrense-BA
Sampaio Corrêa-MA x Sport-PE

Grupo D
Ceará x Fortaleza

Grupo E
Bahia-BA x Campinense-PB

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade