0

PC Gusmão diz ter rejeitado propostas de Palmeiras e Ponte Preta

20 set 2012
00h30
atualizado às 00h33

O Ceará voltou a trabalhar normalmente nesta quarta-feira, mas o assunto que circulou pelo Presidente Vargas não foi relacionado ao modo como o técnico PC Gusmão comandou a sua equipe nas atividades. Após o término dos treinamentos, o treinador se sentou na sala de imprensa do clube e afirmou que rejeitou propostas para trabalhar no Palmeiras e na Ponte Preta.

O treinador disse que foi procurado por Palmeiras e Ponte Preta
O treinador disse que foi procurado por Palmeiras e Ponte Preta
Foto: Maurício Val/Fotocom / Divulgação

» Veja destaques da Série B que podem reforçar times da 1ª divisão

O Palmeiras estava atrás de um treinador para substituir Luiz Felipe Scolari na Série A do Campeonato Brasileiro. O clube, entretanto, ocupa a zona do rebaixamento e precisa tirar uma diferença de oito pontos para fora da degola. Sem alternativas no mercado, o time recorreu a Gilson Kleina, que dirigia a Ponte Preta e aceitou a oferta nesta quarta-feira.

"Recebi uma proposta do Palmeiras no domingo de manhã e passei para o meu procurador. Hoje, o contato da Ponte Preta foi direto comigo, mas eu passei para o presidente do Ceará. Porém, minha posição é de manter o trabalho e terminar o projeto que venho fazendo. Estamos evoluindo muito e não vejo o porquê abandonar o clube", esclareceu PC Gusmão.

Enquanto o Palmeiras contará com o seu novo treinador já na partida deste sábado, contra o Figueirense, em Florianópolis, a Ponte Preta será comandada pelo interino Zé Sérgio, em Campinas. O Ceará, por sua vez, seguirá com PC Gusmão à frente da equipe e buscará a manutenção do embalo adquirido nas últimas rodadas para chegar ao G-4 da Série B.

Com 41 pontos conquistados até o momento, o Ceará ocupa a sétima colocação e ainda sonha em conquistar o acesso para a elite do futebol nacional. O time precisa tirar uma vantagem de cinco pontos aberta pelo quarto colocado São Caetano e tentará dar um novo passo rumo ao seu objetivo neste sábado, às 15h (de Brasília), contra o Atlético-PR, fora de casa.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade