PUBLICIDADE

Cerimônia de Encerramento homenageia festivais e estações do ano

9 set 2012 18h56
| atualizado às 19h08
Publicidade
Danilo Vital
Direto de Londres

A Cerimônia de Encerramento dos Jogos Paralímpicos de Londres aconteceu neste domingo, no Estádio Olímpico, e homenageou o Reino Unido como uma nação famosa pela exuberância dos festivais, que ocorrem durante as quatro estações do ano. Durante uma apresentação dramática definida como "Tempestade de vento", os Gremlins, em suas motos, tentavam afastar os "Agitos", símbolo dos Jogos Paralímpicos, enquanto uma carreata fazia o seu caminho da cidade até o Estádio Olímpico.

» Acompanhe o quadro de medalhas dos Jogos Paralímpicos
» De bocha a goalball, conheça os esportes da Paralimpíada
» Confira dez guriosidades sobre a Paralimpíada

Na sequência, o capitão do exército britânico Luke Sinnot, que perdeu as pernas durante uma missão da Marinha no Afeganistão e que pretende competir nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016, escalou o mastro de sustentação de um navio para hastear a bandeira do país-sede dos Jogos Paralímpicos de 2012, seguido pela voz de Lissa Hermans, deficiente visual e autista, que cantou o hino nacional.

O discurso que inaugurou a Cerimônia foi realizado por Rory Mackenzie - perdeu a perna devido a uma explosão de uma bomba -, que salientou os festivais, que acontecem em culturas e cantos diversos do planeta, com suas diferenças, mas que os povos se juntam como um só. Mackenzie afirmou que, durante a Cerimônia, os espíritos dos Jogos serão celebrados e que todos compartilham uma mesma qualidade: a mente humana.

Foi então que o Estádio Olímpico recebeu a entrada dos porta-bandeiras de cada país, sendo o brasileiro Alan Fonteles, que venceu os 200 m T46, o responsável por levar a bandeira do Brasil. Ao mesmo tempo, caminhões, que simboliram as quatro estações do ano, marcaram o chamado "Festival da chama".

A próxima atração incluiu a premiação dos paratletas Michael McKillop, da Irlanda, e Maria Zakayo, do Quênia, ambos do atletismo, como símbolos dos Jogos Paralímpicos de Londres. Os prêmios foram entregues pela Dra. Whang Youn, médica deficiente. O Conselho de Atletas dos Jogos do Comitê Paralímpico ainda incluiu seis voluntários como membros da organização.

Ao som de Coldplay, o Estádio Olímpico assistiu uma homenagem aos festivais antigos e modernos, que acontecem durante todo o ano, levando o público a uma viagem de suas canções mais emblemáticas, percorrendo as quatro estações. Começando pelo outono, passando pelo inverno - com destaque para a "Rainha da Neve", que faz parte das Crônicas de Nárnia, representada pela atriz e modelo Viktoria Modest, amputada de uma perna.

Seguindo na primavera, uma das atrações mais aguardadas da Cerimônia de Encerramento, Rihanna chegou ao Estádio Olímpico no carro denominado "Navio a vapor" e iniciou suas apresentações. A última estação, o verão, foi encerrada com um dos maiores sucessos de Coldplay: 'Viva La Vida'.

Na etapa final, o prefeito londrino Boris Johnson passou a bandeira paralímpica ao presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven, que a confiou ao prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, seguido pelo Hino Nacional brasileiro. Na sequência, um vídeo apresentou os Jogos do Rio, com o tema "Alegria", e uma apresentação de dançarinos deficientes, com a "Batalha do Passinho".

Carlinhos Brown, Paralamas do Sucesso e Delma de Freitas, além de apresentações de capoeira, balé e samba continuaram a comandar a festa brasileira no Estádio Olímpico de Londres, que terminou com a entrada dos paratletas Daniel Dias e Ádria dos Santos e uma chuva de fogos.

O encerramento da Cerimônia foi com agradecimentos do presidente do Comitê Organizador dos Jogos Paralímpicos de Londres (LOCOG), Seb Coe, e palavras de Philip Craven, que definiu a competição como "os melhores Jogos Paralímpicos da história". Ao som de Jay Z, Rihanna e Coldplay os Jogos Paralímpicos de Londres foram encerrados com mais fogos.

Ao som de Coldplay, Rihanna e Jay Z, Jogos Paralímpicos de Londres chegaram ao fim
Ao som de Coldplay, Rihanna e Jay Z, Jogos Paralímpicos de Londres chegaram ao fim
Foto: Fernando Borges / Terra
Fonte: Terra
Publicidade