0

Com diversidade em prêmio, Nuzman festeja retorno de investimentos

19 dez 2011
19h06
atualizado às 22h18

Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizador da Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro, comemorou a indicação de atletas de seis modalidades diferentes para o Prêmio Brasil Olímpico de 2011: Fabiana Beltrame (remo), Fabiana Murer (salto com vara), Maurren Maggi (salto em distância), Cesar Cielo (natação), Diego Hypólito (ginástica artística) e Emanuel Rêgo (vôlei de praia) disputam os prêmios masculino e feminino de melhor atleta. Em entrevista ao canal de TV por assinatura SporTV, o dirigente destacou o retorno dos investimentos.

» Veja conquistas amorosas dos atletas que podem brilhar em Londres
» Confira os brasileiros que já garantiram vaga nos Jogos de Londres

"Estão aumentando os esportes, em algumas modalidades que nós estamos investindo. Mas o resultado é circunstancial. Fico feliz de ver essa evolução, esse crescimento. Mostra que esse é o caminho que está dando certo", disse Nuzman, feliz com a presença de cinco campeões mundiais entre os seis atletas - apenas Maurren Maggi, campeã olímpica, não integra a lista. "Tomara que continue dessa forma para que nós possamos ter o maior número de atletas premiados campeões mundiais, olímpicos, pan-americanos, e que dificulte a escolha."

Presidente do COB comemora dificuldade para escolher favoritos em meio a indicados
Presidente do COB comemora dificuldade para escolher favoritos em meio a indicados
Foto: Gilvan de Souza / Agência Lance
Fonte: Terra
publicidade