publicidade
11 de março de 2013 • 07h25 • atualizado às 15h50

Com estrelas e ausências, RJ recebe "Oscar do esporte" pela 1ª vez

Cerimônia de entrega do Laureus será realizada no Rio de Janeiro às 19h (de Brasília) desta segunda
Foto: Getty Images
 

Com presenças ilustres e ausências importantes, o Rio de Janeiro recebe nesta segunda-feira pela primeira vez na história uma edição do Prêmio Laureus, considerado o "Oscar do esporte". Mas, apesar de já ter conquistado seis premiações ao longo de 13 edições, não será desta vez que o País vai ganhar o prêmio principal de esportista do ano.

Apenas três brasileiros estão na lista dos indicados: o atacante Neymar, do Santos, concorre como revelação de 2012, enquanto o nadador Daniel Dias e o velocista Alan Fonteles concorrem ao prêmio de melhor atleta paralímpico.

Multicampeão dos Jogos Paralímpicos, Daniel Dias pode receber o Laureus pela segunda vez
Foto: Getty Images

A festa vai ser no Theatro Municipal, a partir das 19h (de Brasília), com a apresentação dos atores Morgan Freeman e Eva Longoria. Uma das atrações brasileiras confirmadas para a festa é da cantora Bebel Gilberto, que vai se apresentar durante a premiação.

Presenças confirmadas incluem nomes do peso, como o nadador Michael Phelps, que concorre ao prêmio de melhor atleta do ano, e de Felix Baumgartner, que surpreendeu o mundo ao realizar um salto da estratosfera. Mas o jamaicano Usain Bolt, o rei dos 100 e dos 200 m rasos nas duas últimas Olimpíadas ficou fora, assim como o atacante argentino Lionel Messi, do Barcelona, ambos candidatos a melhores do ano.

Tudo o que a Laureus World Sports arrecada com o prêmio vai para projetos sociais da fundação Sports for Good Foundation, que apoia mais de 140 projetos esportivos em comunidades ao redor do mundo - dentre elas algumas no Brasil, alcançando cerca de 1,5 milhão de jovens.

A Laureus World Sports é formada por 46 membros, que escolhem os melhores de cada ano por meio de uma votação, que começa por jornalistas em mais de 120 países até chegar a uma lista de seis nomes, votados pelos membros da entidade - em geral ex-esportistas de êxito como Edwin Moses, atual presidente da entidade.

Cada vencedor recebe como prêmio uma estatueta Laureus, de 30 centímetros de altura e 2,5 kg, das quais 670 g de prata maciça e mais 650 g de ouro na base, produzidas pela joalheria Cartier. Entre os vencedores que receberam os prêmios na cerimônia de premiação anterior estavam os tenistas Novak Djokovic, Roger Federer, Rafael Nadal, Justine Henin e Serena Williams, os pilotos Lewis Hamilton e Michael Schumacher, o surfista Kelly Slater, o treinador Alex Ferguson e o futebolista Zinedine Zidane. 

Entre brasileiros, Pelé conquistou o Laureus em 2000, ano em que o prêmio foi criado. O skatista Bob Burnquist recebeu a estatueta em 2002, um ano antes de Ronaldo. Ainda em 2003, o ex-atacante Ronaldo e a Seleção Brasileira pentacampeã mundial foram condecorados. O nadador paralímpico Daniel Dias foi eleito em 2009, enquanto o ex-meia Raí recebeu premiação pela Fundação Gol de Letra. 

Interdições
Para a realização do evento, algumas vias foram interditadas para o tráfego de veículos no entorno do Theatro Municipal. Segundo o Centro de Operações do Rio de Janeiro, a avenida Treze de Maio fica bloqueada, em toda sua extensão, até ás 4h de terça-feira.

Já a rua Evaristo da Veiga, no trecho entre a rua Senador Dantas e a avenida Rio Branco, fica bloqueada das 13h hoje até as 4h do dia seguinte.

Veja os indicados ao Laureus 2013:

Neymar concorre a atleta revelação
Foto: Getty Images

Esportista masculino
Usain Bolt (atletismo/Jamaica)
Mo Farah (atletismo/Grã-Bretanha)
Lionel Messi (futebol/Argentina)
Michael Phelps (natação/EUA)
Sebastian Vettel (automobilismo/Alemanha)
Bradley Wiggins (ciclismo/Grã-Bretanha)

Esportista feminina
Jessica Ennis (atletismo/Grã-Bretanha)
Allyson Felix (atletismo/EUA)
Missy Franklin (natação/EUA)
Shelly-Ann Fraser-Pryce (atletismo/Jamaica)
Lindsey Vonn (esqui alpino/EUA)
Serena Williams (tênis/EUA)

Equipe
Seleção chinesa de tênis de mesa
Seleção europeia da Ryder Cup
Miami Heat (basquete)
Escuderia Red Bull de Fórmula 1 (Áustria)
Seleção espanhola masculina de futebol
Seleção americana masculina de basquete

Revelação
Yannick Agnel (natação/França)
Gabby Douglas (ginástica artística/EUA)
Kirani James (atletismo/Granada)
Andy Murray (tênis/Grã-Bretanha)
Neymar (futebol/Brasil)
Ye Shiwen (natação/China)

Retorno do ano:
Tirunesh Dibaba (atletismo/Etiópia)
Ernie Els (golfe/África do Sul)
Seleção europeia da Ryder
Anna Meares (ciclismo/Austrália)
Felix Sánchez (atletismo/República Dominicana)
Seleção masculina alemã de remo

Esportista paralímpico 
Patrick Anderson (basquete com cadeira de rodas/Canadá)
Johanna Benson (atletismo/Namíbia)
Daniel Dias (natação/Brasil)
Alan Fonteles (atletismo/Brasil)
David Weir (atletismo/Grã-Bretanha)
Alex Zanardi (ciclismo/Itália)

Esportista radical do ano
Felix Baumgartner (skydiving/Áustria)
Jamie Bestwick (BMX/Grâ-Bretanha)
Julie Bresset (moutain bike/França)
Stephanie Gilmore (surfe/Australia)
Joel Parkinson (surfe/Australia)
Philip Köster (windsurf/Alemanha)

Colaborou com esta notícia o internauta José Carlos Pereira de Carvalho, do Rio de Janeiro (RJ), que participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

Terra