2 eventos ao vivo

Com novo treinador, canoagem brasileira é campeã na Polônia

3 jun 2013
17h04

A mudança feita no comando técnico da equipe de canoagem de velocidade brasileira há pouco tempo gerou resultados imediatos e, neste final de semana, o Brasil conquistou duas medalhas de ouros e duas de prata na terceira etapa da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade, em Poznan, na Polônia. Com os resultados, o treinador espanhol Jesús Morlán, contratado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) há pouco tempo, já mostrou trabalho e deixa todos mais otimista esperando melhores resultados.

Isaquias Queiroz ficou com a medalha de ouro no C1 500m e a prata no C1 5000m. A dupla Erlon Souza e Ronilson Oliveira ficou terminou no primeiro lugar no C2 200m e garantiu a segunda colocação no C2 500m.

"A contratação de Jesús faz parte do planejamento conjunto do COB com a Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa) para elevar ainda mais o patamar do esporte em busca de uma inédita medalha olímpica nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Os resultados obtidos neste final de semana mostram que os investimentos do COB estão no caminho certo", afirmou Marcus Vinicius Freire, superintendente executivo de esportes do COB.

O resultado alcançado nessa etapa do Mundial foi o melhor já conquistado pelo Brasil em competições internacionais da modalidade. Com grande experiência, Morlán, no comando da Seleção Espanhola, foi o treinador de David Cal, ganhador de cinco medalhas nos últimos três Jogos Olímpicos.

A contratação do novo técnico faz parte dos novos investimentos do COB no esporte, que, além de mudar o comando da equipe, comprou aparelhos para melhorar os treinamentos (duas embarcações, uma lancha a motor, um remo ergômetro e monitores cardíacos).

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade